Portugal
SC Braga acusa Sporting de "falta de educação"
Redação
2021-01-27 13:00:00
Bracarenses dizem que "quando o 'exemplo' vem de cima..."

O SC Braga não deixa cair no esquecimento a final da Taça da Liga contra o Sporting e endereça críticas para o conjunto de Alvalade, insistindo, tal como já o fez António Salvador, na ideia de que os leões "festejaram com tanta efusividade" que isso é revelador da "evidente constatação" de que os minhotos foram "superiores".

O emblema chefiado por António Salvador lamenta, por outro lado, que o Sporting tenha tido manifestações contra os minhotos na sequência dos festejos da vitória em Leiria.

"O que não é compreensível nem aceitável é que não haja respeito pelo adversário, ao ponto das primeiras reações se focarem no insulto, no ataque e na falta de educação dirigida a jogadores, treinadores e dirigentes do SC Braga".

Na newsletter oficial, nesta quarta-feira, o conjunto bracarense lamenta ainda a forma como na tribuna os leões se manifestaram "antes, durante e depois" do apito final do árbitro.

"Quando o 'exemplo' vem de cima, manifestado antes, durante e depois do jogo em plena tribuna presidencial... não se pode esperar muito mais do que isto."

O SC Braga aproveita ainda para criticar a arbitragem da final da Taça da Liga, classificando-se como uma "exibição paupérrima" que "resultou uma multa ao mister Carlos Carvalhal".

"Segundo o relatório do árbitro, o nosso treinador 'respondeu à provocação do treinador' adversário. Portanto, além da disparatada expulsão por parte de Tiago Martins, o Conselho de Disciplina da FPF entendeu dar uma multa de valor quase equivalente a alguém que insulta e provoca o adversário e a alguém que reage de forma natural face ao calor do jogo".

Por isso, o SC Braga assume que estará atento e irá guardar esta penalização. "Para memória futura, a diferença entre a falta de educação e respeito de uns e a defesa da honra de outros está em cerca de 300 euros."

Daí que, no entender do SC Braga, a "justiça é também coisa que no nosso futebol se encontra pelas ruas da amargura".

Já no final do jogo, recorde-se, o capitão do SC Braga também criticou a postura assumida pelos leões. "Quero dar os parabéns ao SC Braga, que lutou com determinação, quis jogar. O Sporting quis parar o jogo, o guarda-redes demorava com a bola, é o futebol português que temos", lamentou Fransérgio.

O médio também lamentou o estado do relvado. “O relvado dificultou o jogo, mas entrámos bem. Vacilámos num detalhe e sofremos o golo, e o Sporting amarrou o jogo. Não houve incapacidade nossa, houve capacidade para procurar o resultado, mas não conseguimos”.