Portugal
Rui Pedro Soares apresenta participação criminal contra a SAD do Aves
2020-07-20 16:20:00
Presidente do Belenenses SAD indica que há suspeitas de corrupção desportiva

O presidente do Belenenses SAD, Rui Pedro Soares, anunciou que o clube vai apresentar uma participação criminal por corrupção desportiva contra a SAD do Desportivo das Aves.

Esta decisão surge após os acontecimentos da passada sexta-feira, em que a SAD avense ameaçou não ir a jogo contra o Benfica.

“Em face do que tem sido público desde sexta-feira, toda a comunicação que tem sido feita pela Aves SAD, a administração da Belenenses SAD apresentou uma participação criminal por suspeitas de corrupção desportiva”, explicou Rui Pedro Soares, citado pelo Record.

Recordando que este crime, quando praticado por agentes desportivos, tem uma pena prevista de dez anos de prisão, o Belenenses SAD pretende que o Desportivo das Aves seja investigado e que é “do interesse do futebol português” que a partida frente ao Benfica vá para a frente.

“Entendemos que o que tem vindo a ser comunicado desde a passada sexta-feira é contrário a todos esses interesses. Podemos estar perante indícios da prática de um crime de corrupção desportiva”, indicou.

Com a 33.ª jornada ainda a decorrer, o Belenenses SAD conquistou na segunda-feira um triunfo vital diante do Gil Vicente, deixando a equipa de Petit cinco pontos acima da linha de água.

Questionado se a eventual desistência do Desportivo das Aves pode prejudicar o Belenenses SAD, Rui Pedro Soares garante que a equipa vai disputar os jogos todos para ganhar e relembra o caso do União de Leiria em 2011/12, que entrou em campo contra o Feirense com apenas oito jogadores.

“O Belenenses SAD vai fazer os seus 34 jogos e vai disputar a vitória em todos os jogos. É sempre assim que fazemos com respeito por todas as regras. Há oito anos, uma equipa apresentou-se com oito jogadores em campo. Foi a U. Leiria na última jornada em 2011/12. Agora, a Liga não tem condições para prevenir que uma situação dessas não voltasse a acontecer”, comentou, acrescentando que há que repensar os regulamentos disciplinares da Liga.

António Freitas, presidente do Desportivo das Aves anunciou esta segunda-feira que a receção frente ao Benfica está "quase certa".