Portugal
"Queremos muito mudar a imagem do último jogo", realça Petit
Redação
2021-03-12 16:05:00
Belenenses SAD defronta Farense e tenta recuperar da derrota frente ao Benfica

O treinador Petit disse hoje que o Belenenses SAD quer “mudar a imagem” do desaire por 3-0 com o Benfica e vencer na visita ao Farense, da 23.ª jornada da I Liga.

“O Farense é uma equipa muito difícil, que joga em sua casa e vai à procura de se encostar a nós na classificação. Queremos muito mudar a imagem do último jogo e conquistar os três pontos, trabalhámos nesse sentido”, afirmou o técnico, na antevisão ao duelo com os algarvios.

Admitindo que a pressão “está dos dois lados”, Petit entende que “é um pouco cedo” para fazer contas na tabela classificativa, embora saiba que um triunfo permite ao Belenenses SAD afastar-se dos últimos lugares, que o presidente Rui Pedro Soares considera, em declarações prestadas esta semana, ser “o maior desafio de um treinador de futebol em Portugal”.

“Já tenho alguma experiência [na luta pela manutenção], às vezes não tão valorizada. Não sou muito comercial para a imprensa, mas faço o meu trabalho. Já como jogador muita gente não valorizava, diziam que não chegaria a um ‘grande’, mas cumpri o objetivo e, como treinador, tenho feito o meu trabalho, salvar equipas numa fase mais difícil”, sublinhou.

As críticas de que foi alvo após o encontro com o Benfica, contra quem soma 13 derrotas em outros tantos jogos, não afetam Petit, que diz estar já habituado, sendo o mais importante “manter a consciência tranquila”.

“Se não tivesse experiência e não andasse no futebol há muitos anos, poderia afetar-me. Sou forte psicologicamente, sei o que faço, sei o meu profissionalismo e o que os jogadores fazem no dia-a-dia. Já estou habituado, já estive em outros clubes em que me insultavam e diziam mal de mim. O mais importante é manter a consciência tranquila”, expressou.

Em relação ao adversário, comandado pelo ‘amigo’ Jorge Costa, Petit referiu que o Farense apresenta agora “processos diferentes”, sendo uma equipa “com mais intensidade, a pressionar muito alto, muito rápida em transições e muito compacta”, destacando o capitão Ryan Gauld como um jogador “que faz muita diferença na equipa”.

“[O Ryan Gauld] É muito importante na manobra ofensiva da sua equipa, com uma qualidade acima da média. Teve algum tempo para se adaptar ao futebol português, mas nós olhamos para o todo da equipa do Farense, sabendo que ele tem muita influência”, frisou.

Desafiado a comentar a polémica em torno da inscrição do treinador do Sporting, Rúben Amorim, acusado de fraude pela Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), após participação da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), Petit lembrou que também ele já passou pela fase de orientar uma equipa sem o nível requerido, afirmando que “não é bom para os treinadores”.

O central brasileiro Henrique já se encontra apto para defrontar o Farense, ao contrário dos defesas Eduardo Kau e Nilton Varela, que permanecem no boletim clínico.

O Belenenses SAD, 12.º classificado, com 22 pontos, desloca-se no sábado ao Estádio de São Luís, em Faro, para defrontar o Farense, 15.º, com 19, a partir das 15:30, em jogo da 23.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol arbitrado por Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.