Portugal
Portimonense mantém treinador e jogadores para fugir à intranquilidade
2020-09-16 11:40:00
Algarvios apresentam-se na nova época com a continuidade de Paulo Sérgio

Depois de uma época em que a descida foi anulada por decisão administrativa, o Portimonense quer aproveitar o ritmo incutido pelo técnico Paulo Sérgio para começar melhor e escapar à mesma intranquilidade na I Liga de futebol.

Com o objetivo renovado de chegar à manutenção, a SAD liderada pelo empresário brasileiro Theodoro Fonseca manteve, na quarta época consecutiva no principal escalão, a aposta no técnico e na maioria dos jogadores, tendo garantido, até agora, apenas seis reforços.

Paulo Sérgio chegou em fevereiro, para substituir Bruno Lopes (técnico interino após a saída de António Folha), e, após a pausa provocada pela pandemia de covid-19, precisando de recuperar de seis pontos de desvantagem do 17.º para o 16.º lugar, conduziu os algarvios a uma boa reta final de campeonato.

Com cinco vitórias e dois empates em 10 jogos, este pecúlio não evitou, porém, o 17.º e penúltimo lugar final, com a despromoção à II Liga a ser evitada face ao incumprimento de pressupostos financeiros pelo Vitória de Setúbal.

Entre as ‘caras novas', o central Maurício e o avançado Fabrício, ambos oriundos dos japoneses do Urawa Red Diamonds, são os principais destaques, sem serem novidades, uma vez que já tinham passado pelo emblema de Portimão.

Para Fabrício, esta será mesmo a quarta passagem e oitava época pelo emblema algarvio, num percurso iniciado em 2011 e que totaliza 186 jogos e 47 golos em todas as competições.

O defesa central Maurício, 28 anos, esteve em Portimão na temporada 2014/15, com 41 jogos e quatro golos na II Liga, e terá a companhia, na mesma posição, do compatriota Lucas Tagliapietro, recrutado ao Boavista.

Do Desportivo de Aves, despromovido administrativamente ao Campeonato de Portugal, chegaram o guarda-redes Aflalo e o extremo Welinton Júnior, enquanto do Brasil veio o extremo Júlio César (ex-Atlético Goianiense).

A continuidade da ‘espinha-dorsal’ da última temporada verifica-se pelo facto de, dos ‘onze’ jogadores mais utilizados na última época, apenas o colombiano Jackson Martinez ter, para já, saída confirmada.

O extremo brasileiro Bruno Tabata, uma das principais figuras do Portimonense nos últimos anos, não integrou a pré-época e deverá estar de saída, havendo vários emblemas interessados.

Com um orçamento a rondar os 3,5 milhões de euros, ainda são esperados mais alguns reforços em Portimão, especialmente para o setor ofensivo.

O emblema algarvio inicia a sua 19.ª participação na I Liga, a quarta consecutiva, na segunda-feira, às 19:45, com a receção ao Paços de Ferreira.

Tags: