Portugal
"Por vezes as coisas não saem como planeado, mas tenho paciência", diz Everton
Redação
2021-04-30 21:40:00
Extremo do Benfica lembra que "o primeiro ano é sempre difícil"

O extremo brasileiro Everton, contratado pelo Benfica por 20 milhões de euros, pediu paciência aos adeptos que duvidam do seu valor, lembrando que "o primeiro ano" num futebol diferente serve para "adaptação" e, nesse sentido, é "sempre difícil".

"Eu a cada jogo tento melhorar. Por vezes as coisas não saem como planeado, mas eu tenho paciência e continuo a trabalhar dia após dia. Sei da minha qualidade, agradeço aos que confiam em mim, cheguei com metas, tento provar o meu valor a cada jogo e agradeço a confiança de todos", afirmou Everton, na entrevista rápida após a vitória do Benfica sobre o Tondela (0-2), esta tarde.

"Estou feliz porque sinto o meu crescimento dentro da equipa. Na Europa é sempre difícil o primeiro ano, é de adaptação, mas todos têm-me ajudado, companheiros, treinador e eu acabo crescendo. Espero poder ajudar mais ainda", insistiu.

Sobre a partida com o Tondela, Everton considerou que a vitória foi "um prémio" para a "grande primeira parte" do Benfica, que na segunda metade registou "uma pequena quebra". "É natural, mas soubemos controlar o jogo e não deixámos o adversário ter oportunidades claras. Fizemos dois golos, uma primeira parte bem rápida, na segunda tentámos controlar mais o jogo, é natural. Queremos sempre marcar, jogamos sempre para ganhar, mas às vezes as coisas não acontecem como queremos. Mas foi excelente", sustentou.

Depois do Tondela, segue-se o clássico com o FC Porto, na Luz, a 6 de maio, para a 31.ª jornada. "Agora é comemorar a vitória, descansar bem, é um adversário difícil, mas é na nossa casa e vamos tentar ganhar", concluiu Everton.