Portugal
"Ponto satisfaz tendo em conta que foi contra o campeão e candidato", diz Petit
Redação
2021-02-04 22:40:00
Treinador do Belenenses afirma que o resultado "podia ter sido outro"

Petit, treinador do Belenenses SAD, começou a conferência de imprensa mandando "um abraço ao Nanu", jogador do FC Porto que já orientou, desejando "que recupere o mais rápido possível".

Na análise ao jogo, "difícil", o técnico destacou a forma como a equipa soube defender e, "numa ou noutra situação", criar lances para "resolver" o encontro contra "uma equipa que aprecio bastante, com processos bem definidos pelo Sérgio e que demonstrou isso".

"É um ponto importante. É uma maratona de pontos e satisfaz-me, tendo em conta que foi contra o campeão e candidato. Temos vindo a jogar de três em três dias, temos um plantel muito vasto e podemos gerir, sem alterar muito a ideia de jogo", salientou Petit.

Questionado sobre o mau estado do relvado do Jamor, alvo de críticas por parte do treinador do FC Porto, o técnico do Belenenses SAD afirmou que "prejudica as duas equipas".

"Claro que, no FC Porto, pela qualidade dos seus jogadores, pode prejudicar um pouco mais. Não treinamos aqui há dois meses e meio, mas sem dúvida que seria um melhor espetáculo se o relvado estivesse em condições", acrescentou.

"Estes jogadores que jogaram na frente tiveram covid-19 há um mês. Pretendíamos um ataque mais móvel. Não quis pressionar mais alto os centrais do FC Porto, porque se iam desgastar e iam ter muitas dificuldades para aguentar o jogo", salientou ainda Petit.

"Podíamos ter tido outro resultado, como o FC Porto também. Lutamos sempre pelos três pontos, mas temos de ver que, do outro lado, está uma equipa com qualidade, que é o atual campeão. O desgaste é muito. Hoje metemos o [Diogo] Calila na esquerda para descansar o Rúben Lima, que era totalista. O [Afonso] Sousa e o Yaya [Sithole] têm 21 anos, estão a crescer e é a jogar de três em três dias que vão crescer. É claro que podíamos ter mais alguns pontos. Vamos partir para a segunda volta com a mesma consistência defensiva que temos tido", concluiu.