Portugal
"Pinto da Costa não tem de ser corrido. Não vou falar na praga de Béla Guttman"
2024-04-16 15:45:00
"Alguma vez deixamos de pagar os nossos compromissos?", pergunta antigo treinador António Oliveira

O FC Porto vai a eleições e António Oliveira, antigo selecionador nacional, ex-treinador do FC Porto e acionista da SAD portista, está ao lado de Pinto da Costa. Por isso, espera que os associados voltem a confiar os destinos do emblema portista a Pinto da Costa.

"Alguma vez ele nos defraudou? Alguma vez deixamos de pagar os nossos compromissos? Porque temos de mudar? Mudar o quê?", perguntou António Oliveira, certo de que o FC Porto tem sido liderado nas últimas décadas por uma figura que "faz" as coisas acontecerem.

Assim, Oliveira vê Pinto da Costa com um projeto para o FC Porto "novo, inovador e de visão". E não alinha na narrativa de que o presidente e recandidato ao FC Porto já não tem idade para novas missões.

Oliveira não quer "Pinto da Costa corrido", nem falar da "praga de Béla Guttman"

"Não é a idade que atribui competência", vincou António Oliveira, citado pelo O Jogo, realçando que o FC Porto é um emblema que está habituado a lidar com as adversidades.

"Sei o que passamos e sofremos 19 anos", disse Oliveira, temendo que o FC Porto volte a ser o que era nas décadas antes de Pinto da Costa assumir os destinos do emblema nortenho.

"O adversário está a abrir uma autoestrada e estender um tapete para que a hegemonia volte a 1974", avisou António Oliveira sobre as eleições onde Pinto da Costa tem apoio de, pelo menos um, ex-diretor do Benfica.

António Oliveira espera que Pinto da Costa volte a vencer o ato eleitoral e, assim, se mantenha como presidente do FC Porto. Se tal acontecer, bate na corrida eleitoral André Villas-Boas e Nuno Lobo.

"Não têm de o tirar de presidente. E não vou falar na praga de Béla Guttmann se este senhor não for eleito"

A propósito das eleições, o antigo treinador do FC Porto disse ainda que "Pinto da Costa não tem de ser corrido" do emblema do FC Porto, que tem gerido há mais de 40 anos.

"Não têm de o tirar de presidente. E não vou falar na praga de Béla Guttmann se este senhor não for eleito", disse António Oliveira, não se alongando em relação a este tema.

De resto, o ex-técnico António Oliveira apontou críticas a alguma imprensa que tem, a seu ver, protagonizado uma espécie de campanha pautada por um "impedimento sujo" e "baixo" em relação a Pinto da Costa.