Portugal
"Pinto da Costa é capaz de colocar corta-relvas e diz que tem máquinas na Maia"
2024-03-06 14:35:00
"Lá resolveu a questão dos capitais próprios. Mas vamos ver o que a UEFA diz sobre isso", avisa Nuno Encarnação

Acabou o clima de 'lua de mel' vivido pelos portistas nos últimos dias na sequência da goleada aplicada ao Benfica. As opiniões relativamente ao contexto eleitoral voltam a fazer-se sentir e o investimento no centro de treinos na Maia, que Pinto da Costa quer avançar, leva a uma divisão de opiniões.

Nuno Encarnação, gestor e conhecido sócio do FC Porto, que declarou apoio à candidatura de André Villas-Boas, não aceita a forma como o processo segue e diz que André Villas-Boas tem de ser ouvido nesta matéria.

"Qualquer dia, Pinto da Costa é capaz de colocar um corta-relvas nos campos da Maia para dizer que tem as máquinas a funcionar na Maia", ironizou Nuno Encarnação.

Encarnação critica Pinto da Costa por causa dos campos da Maia e fala em corta-relvas

Por outro lado, Encarnação lamenta que no que toca à renovação de contrato de Sérgio Conceição o presidente do FC Porto não seja célere. "Aí Pinto da Costa não foi tão célere e não renovou o contrato até à data", lamentou Encarnação.

Para o conhecido associado do FC Porto, avançar com a construção de um centro de estágios para o clube é um "processo que demora tempo". Daí que não entenda esta celeridade de Pinto da Costa.

"Pinto da Costa entende que deve ser feita a todo o custo. Espero que não se concretize e que se aguarde pelo desfecho eleitoral", apelou Encarnação, em declarações na Renascença.

"Se Pinto da Costa ganhar, tudo bem e que siga em frente. Se André Villas-Boas ganhar, julgo que tem uma alternativa mais credível", admitiu Nuno Encarnação, criticando também as contas apresentadas pela SAD recentemente.

O portista fala em "operação de maquilhagem" e Pinto da Costa "lá resolveu a questão dos capitais próprios". "Mas vamos ver o que a UEFA diz sobre isso", apontou.

Mas o jogo contra o Benfica está também a servir como elemento de troca de argumentos eleitorais. Pinto da Costa admitiu recentemente que a recente goleada supera a de 2010/11 quando o FC Porto era treinado precisamente por André Villas-Boas.

Encarnação acha que Pinto da Costa teve declarações "deselegantes" a respeito desta comparação. "Esses considerandos de Pinto da Costa são absolutamente deselegantes. E à deselegância de Pinto da Costa, André Villas-Boas respondeu com alguma elegância e respeito pelo próprio."

Além disso, o gestor relata que não entende o porquê de Pinto da Costa fazer estas coisas. "Estar a criticar um sócio e um ex-treinador que lhe deu quatro títulos num ano, uma goleada de 5-0, tal como António Oliveira e Sérgio Conceição, é estar a fazer mal ao FC Porto".

Pinto da Costa tem a concorrência de André Villas-Boas e Nuno Lobo na corrida eleitoral. Presidente do clube há mais de 40 anos, há quem tema pela vida do histórico líder portista, se este não vencer as eleições. "De meio ano a um ano não está cá", disse recentemente o ex-vice portista Fernando Póvoas.