Portugal
"Perguntem à polícia porque não ganhei", desafia Bruno de Carvalho
Redação
2021-01-05 12:55:00
"Jesus é uma pessoa intragável. Uma melancia que apregoava o seu sportinguismo quando lá dentro só tem águia"

Jorge Jesus já não treina o Sporting, Bruno de Carvalho não é líder dos leões, Augusto Inácio não faz parte da estrutura verde e branca, nem Octávio Machado. Mas ambos continuam a dar que falar no universo verde e branco, nomeadamente pelos tempos em que conviveram em Alvalade. Bruno de Carvalho lamenta que Jorge Jesus o tenha forçado a trocar Augusto Inácio por Octávio Machado.

O ex-líder dos leões penitencia-se por ter levado em consideração o pedido de uma "melancia" para retirar da estrutura do futebol leonino um "campeão no Sporting como jogador e treinador", em alusão a Inácio.

"Tive uma conversa que me custou muito. Estamos a falar de um sportinguista campeão como jogador e como treinador em troca de uma melancia que é o Jorge Jesus, que apregoava o seu sportinguismo quando lá dentro só tem águia."

Bruno de Carvalho avalia essa como "uma péssima decisão" mas que na altura acreditava ser correta. "Eu acreditava que o Jorge Jesus podia ser uma solução. Eles estavam com problemas antigos que eu resolvi num almoço".

Sobre esse almoço, Bruno de Carvalho lembra que "a coisa correu muito bem mas o Jorge [longa pausa]". E depois da pausa explicou que conheceu aí Jorge Jesus.

"Abdiquei do Inácio no Sporting mas mantive-o no Sporting. Percebi claramente da pessoa intragável que é o Jorge Jesus, que foi quando fizemos esse almoço. Passou o almoço todo a sorrir e a dizer ao Inácio que estava tudo perdoado e quando o Inácio foi embora disse que não trabalhava com aquele boneco", confessou Bruno de Carvalho.

Destacando que na sua vida "nunca" foi "pelo caminho fácil", o ex-presidente lembra que quando chegou à liderança do clube de Alvalade não quis dar desculpas sobre a herança "pesada" que teve mas quis, por seu lado, lidar com a questão financeira e ao mesmo tempo potenciando a ambição dos adeptos na conquista de títulos.

Com Marco Silva foi uma experiência "traumatizante" e quando surgiu a possibilidade de Jorge Jesus, Bruno de Carvalho diz que "apesar dos egos" e dos "milhões", o técnico tinha "perfil de campeão".

O ex-presidente leonino referiu ainda que não tem explicações para não ter vencido o título na equipa de futebol principal mas acredita que as autoridades vão saber responder a essa dúvida.

"Fomos campeões em tudo menos no futebol sénior masculino. Até há uns meses atrás não sabia responder. Agora digo que têm de perguntar à polícia porque não ganhei", assumiu Bruno de Carvalho.

"Pelos vistos, quem ganhou está a ser investigado, o que não é mau, digo eu", acrescentou o ex-líder verde e branco, em declarações durante uma conversa no Facebook da On FM, isto numa altura em que se levantam suspeitas sobre a forma como, alegadamente, o Benfica terá vencido o campeonato na época 2015/16.

Além disso, os adeptos do Sporting têm reclamado com Frederico Varandas aquilo que foi uma promessa eleitoral do então candidato, agora presidente, de contar o que sabe sobre essa época, em que acompanhou de perto a formação então orientada por Jorge Jesus na qualidade de líder clínico dos leões.

Frederico Varandas prometeu então aos sócios que contaria tudo que presenciou ao longo de "11 anos de futebol", se estes escolhessem a sua lista para vencer o ato eleitoral em Alvalade. Situação que viria a acontecer.

"Dizem-me que na guerra é preciso andar na lama e baixar de nível, mas o soldado mais forte é aquele que anda na linha da frente. Não anda na lama. Não é preciso andar na lama, mas se for preciso vamos pisar a lama. O que quero dizer com isto? Não temos tido o tratamento que outros tiveram. Eu vi muita coisa que não vai continuar. Vamos lutar pela verdade desportiva e, no dia 9 de setembro, vou reunir com as instituições que regulam o futebol e vou contar tudo o que vi em 11 anos de futebol", prometeu Varandas, ainda antes das eleições de 8 de setembro de 2018 que venceu.

Recentemente, recorde-se, na sequência das buscas efetuadas ao Estádio da Luz, a TVI avançou, por intermédio do responsável pela secção de justiça daquele canal, que a Polícia Judiciária suspeita de que o Benfica possa ter vencido o primeiro campeonato da era Rui Vitória, em 2015/16, com recurso a um alegado "esquema ilícito".

A SAD do Benfica confirmou as buscas às suas instalações, não revelou a que se deviam, mas mostrou-se totalmente disponível para colaborar com as autoridades para esclarecer as questões do processo em causa.