Portugal
Pepa responde a Jesus: "Temos de ter cuidado com o que dizemos"
Redação
2021-04-10 23:05:00
“Ando nisto há pouco tempo, mas o Stephen é dos melhores profissionais com quem já trabalhei”

O treinador do Paços de Ferreira, Pepa, saiu em defesa de Stephen Eustáquio, médio que viu o cartão vermelho direto aos 22 minutos da partida com o Benfica e que, segundo Jorge Jesus, tinha "intenção de magoar" Weigl.

"Sou novo, ainda ando nisto há pouco tempo, mas posso dizer que o Stephen é dos melhores profissionais que treinei até hoje. Portanto, não tem maldade nenhuma, tentou ganhar a bola. Espero que o Weigl esteja bem, mas não há maldade. Temos de ter cuidado com o que dizemos, não admito que digam isso, ele é dos melhores profissionais que já treinei", reagiu Pepa, na entrevista rápida à SportTV, quando confrontado com as declarações de Jesus.

Sem se querer "agarrar à expulsão", Pepa lamentou o "resultado pesado", tanto mais que Jordi fez "uma boa exibição". "Mesmo com menos um podíamos ter feito mais, não me vou agarrar à expulsão. Estávamos bem no jogo e foi pena, mas mais do que isso há erros que não podemos cometer. Sofremos três golos em dez minutos e isso pesou muito. O cansaço depois pesou, o não ter bola. Foi ingrato e queríamos muito discutir este jogo. Entrámos bem mas se já era difícil 11 contra 11, depois tornou-se praticamente impossível", considerou.

Explicando esses erros, o treinador do Paços de Ferreira lembrou que o primeiro golo do Benfica "resultou de uma perda de bola na saída em posse". No entanto, esses erros não significam que a equipa tenha de mudar a forma de jogar. "Não se trata de abdicar, não quero morrer com as ideias, quero é viver com elas. Mas sabíamos da pressão forte do Benfica após a perda e é preciso depois manter o equilíbrio emocional", finalizou.