Portugal
"Famosas tiradas" de Jesus "sem sentido" criticadas por ex-capitão do Sporting
Redação
2021-04-13 13:15:00
Pedro Barbosa diz que, por ele, "multava" o treinador do Benfica

Antigo capitão do Sporting, Pedro Barbosa não percebe como é que Jorge Jesus depois de vencer por 5-0 em Paços de Ferreira frente a uma das equipas sensação da temporada conseguiu dizer o que disse em relação à entrada de Eustáquio sobre Weigl. Entendendo que a entrada sobre o centrocampista encarnado foi dura, o antigo camisola 8 dos leões não compreende como é que o treinador do Benfica entrou pelas considerações que entrou ao fazer referência à "intenção" de Eustáquio na abordagem ao lance que resultou na expulsão do jogador pacense, após indicação do VAR, dado que o árbitro Hugo Miguel, inicialmente, tinha dado o cartão amarelo. 

Pedro Barbosa diz que em relação a Jorge Jesus e às "suas famosas tiradas", estas não deveriam acontecer. "Para mim, não faz nenhum sentido aquilo que ele disse. Ele multava o Eustáquio. Eu também multava o Jesus", declarou Pedro Barbosa, lamentando as declarações do treinador do Benfica em Paços de Ferreira, salientando que Jorge Jesus deveria pensar antes de falar certas coisas. "Acho que, às vezes, são frases fora de um contexto. Quando fala em maldade, enfim, acho que não tem nada que ver. Ele [Jesus] foi jogador e eu também fui e cada um tem direito à sua opinião e interpretação. Eu estou mais com o Pepa. Não me parece que exista maldade. É uma jogada que não correu bem. Ponto".

Em comentários no programa Maisfutebol da TVI 24, Pedro Barbosa acrescentou ainda que não compreende esta "necessidade" de Jorge Jesus em falar "dos outros. "Esta necessidade de falar dos outros não consigo entender mas é Jesus sem sentido", referiu o antigo capitão leonino sobre o lance que originou as declarações de Jorge Jesus que têm feito 'correr muita tinta' nos últimos dias.

"Foi uma boa expulsão. Aliás, se eu fosse presidente ou treinador do Paços multava-o [Stephen Eustáquio]. Prejudicou a equipa e jogada que ele fez ao Julian [Weigl] não é de profissional. É nitidamente com a intenção de magoar o Julian. É bem expulso. Esta jogada já não acontece muito no futebol", afirmou Jesus, na entrevista rápida à SportTV, instantes depois de terminar a partida que o Benfica venceu por 5-0.

Minutos mais tarde, já na sala de imprensa, Jorge Jesus justificou as declarações prestadas sobre o atleta do Paços de Ferreira. "Não conheço, nem ponho em causa o profissionalismo do Eustáquio, agora o lance dele com o Weigl, naquele momento não sei o que lhe deu na cabeça", disse Jesus, acrescentando: "Se foi por querer, acho que não, mas foi bem expulso. A entrada está marcada na perna, não foi uma coisa normal e na próxima, de certeza, já não fará o mesmo", finalizou o treinador das águias Jorge Jesus.