Portugal
"Para além dos títulos, faço questão de ver a família Benfica unida"
2020-10-29 03:30:00
Rui Costa foi eleito como vice-presidente de Luís Filipe Vieira

Rui Costa, ex-jogador do Benfica, foi esta quarta-feira eleito vice-presidente do Benfica, após a reeleição de Luís Filipe Vieira como presidente dos encarnados, num ato eleitoral histórico, com mais de 38 mil sócios votantes. 

No momento de reagir aos resultados, o antigo administrador da SAD, começou por agradecer a todos os sócios e reforçou o orgulho e responsabilidade de continuar a servir o clube. 

"Tudo farei para que o clube seja cada vez maior, para que continue a crescer e trazer as alegrias que todos esperam. Não sou um benfiquista de moda, de atos eleitorais, sou um benfiquista corrente. Só consigo ver um Benfica muito unido, quero ver o Benfica assim. Cabe-nos juntar a nossa família e é isso que quero", começou por dizer. 

"É um grande orgulho, creio que os meus pais estão a chorar por verem o filho vice-presidente do Benfica. Avaliado não sou só eu, estamos todos e é assim que tem de ser. Fui avaliado em campo, fui avaliado como administrador e serei avaliado como vice-presidente. É um grande orgulho que dentro da estrutura do Benfica considerarem que eu esteja pronto. Mas também relacionado com o meu benfiquismo jamais, jamais farei algo neste clube que sem sentir que posso contribuir para o sucesso", reforçou. 

Em resposta a vários jornalistas, Rui Costa vincou sempre o seu benfiquismo e assumiu ser um "desafio" trabalhar todos os dias no clube com o intuito de o tornar "cada vez maior". 

"Eu vou analisar-me a mim próprio. Sou demasiado benfiquista para poder estar dentro do clube sem estar a ajudar. Nunca vou estar à frente do Benfica. Temos de estar preparados e sentir todos a responsabilidade que é. Não pode ser apenas uma vaidade. Não vou deixar de estar ligado ao futebol e nós pensamos em títulos. Mas para além dos títulos, faço questão de ver a família unida. O desafio de trabalhar no Benfica é todos os dias. Só vejo este clube cada vez maior, é isso que quero. Sou um dirigente, mas sou um dirigente muito adepto, fervoroso. Demos mais uma demonstração da grandeza", continuou. 

"Se não tivéssemos sido eleitos, estaria no meu lugar na bancada, quando pudermos estar na bancada. Toda a gente tem o direito a opinião, a partir daqui temos de estar unidos. Não há dois Benficas, há só um", terminou. 

Rui Costa foi esta quarta-feira eleito vice-presidente do Benfica, após a reeleição de Luís Filipe Vieira com 62,59 por cento dos votos, num ato eleitoral histórico para um clube português.