Portugal
"Os fofos de Vizela enganaram. Benfica devia consultar a Maya"
2024-02-23 10:30:00
"O Benfica tem um problema astrológico. O Benfica tem eclipses", diz ex-dirigente do emblema de Alvalade Barbosa da Cruz

Roger Schmidt enfrenta reparos e contestação por conta das exibições do Benfica e de algumas opções que tem vindo a tomar no comando técnico dos campeões nacionais. Ainda que no plano interno já tenha conquistado a Supertaça Cândido de Oliveira ao FC Porto e esteja a lutar pelo título, nesta fase na liderança, ainda que à condição, a nível das provas da UEFA as coisas não têm corrido como esperado.

Depois de cair de forma precoce na Liga dos Campeões, o Benfica foi para a Liga Europa com um golo de Arthur Cabral, apontado na Áustria, nos últimos segundos da partida que foi fundamental para o apuramento encarnado para a segunda competição de clubes da UEFA.

A turma da Luz passou então para a 'segunda divisão' europeia e venceu a eliminatória diante do Toulouse, de França, mas as críticas a Roger Schmidt não abrandaram por causa das exibições do Benfica.

Barbosa da Cruz fala dos "fofos de Vizela" e aconselha Benfica a falar com a "Maya"

Se no Estádio da Luz a vitória apareceu com dois golos de penálti de Ángel Di María, em França, o empate sem golos acabou por ter sabor a vitória para as águias que assim continuam a jogar as provas europeias.

Só que a forma como o empate sem golos foi conseguido não passou despercebido aos rivais. E se do lado azul e branco há quem note um "Roger Schmidt que parece um boneco de cera", do lado verde e branco há quem observe que os "fofos de Vizela enganaram" a plateia da Luz, na sequência de uma goleada que o Benfica aplicou no campeonato entre os jogos da eliminatória contra o Toulouse.

"Os fofos de Vizela enganaram e camuflaram ali deficiências que são visíveis quando o Benfica é chamado a jogos de maior responsabilidade", comentou Carlos Barbosa da Cruz.

"Eu devo dizer que a segunda parte [contra o Toulouse] foi medonha. Os de Vizela foram fofos", reiterou o antigo dirigente do Sporting e presidente do Grupo Stromp, em declarações na CMTV.

"O Benfica tem eclipses"

"O Toulouse entregou-se ao jogo com mais energia, agressividade e o Benfica abanou. Ou seja, eu acho que o Benfica tem um problema astrológico", fez notar Carlos Barbosa da Cruz, deixando um conselho para o rival, que vai enfrentar na próxima semana para a Taça de Portugal.

"Devia consultar a Maya porque o Benfica tem eclipses. O Benfica teve um eclipse em San Sebastián onde não levou cinco na primeira parte por sorte", disse em lembrança do jogo da fase de grupos da Champions contra a Real Sociedad.

O advogado sublinhou também que, embora o Benfica tenha tido "aquela estrela que é o Arthur [Cabral]", em Toulouse, na segunda parte, não passou do meio-campo. "O Benfica passou à próxima eliminatória porque teve sorte. Ponto final".