Portugal
"O Sérgio tem o coração perto da boca", diz Cândido Costa sobre declarações
2020-01-28 16:00:00
Ex-jogador portista e ex-comentador do 'Porto Canal' espera uma justificação para as palavras do técnico

Cândido Costa, antigo jogador do FC Porto, crê que existem "condições para Sérgio [Conceição] continuar" como treinador dos dragões, apesar das declarações no final da Taça da Liga onde lamentou a "falta de união" no emblema portista.

"Não sei se está a referir-se aos adeptos, às claques, a uma situação particular no balneário entre jogadores, não sei se está a referir-se à estrutura", detalha o ex-atleta, que chegou a ser comentador desportivo no 'Porto Canal', dizendo que importa que alguém esclareça o que se passou.

"É tudo um mar de dúvidas que devem ser esclarecidas para não andarmos nesta conversa diária que é nefasta para a instituição", diz Cândido Costa, em declarações ao jornal 'O Jogo'.

O ex-atleta lembra ainda que Sérgio Conceição "tem o coração perto da boca".

"Inicialmente levei as declarações à letra e comecei a questionar: há desunião, mas onde, protagonizada por quem, quem é que não está a tornar o FC Porto mais vencedor? Naquele momento interpretei dessa forma, mas passadas umas horas, somei outras coisas à equação, uma delas o feitio do Sérgio, porque ele tem o coração perto da boca..."

Embora reconheça que Conceição "tem condições" para continuar como treinador dos portistas, Cândido Costa sublinha que "não é assim tão linear".

"Ele disse que é difícil trabalhar em determinadas condições."