Portugal
"O Sérgio Conceição terá os objetivos dele e nós temos de respeitar", diz Pepe
Redação
2021-04-16 12:05:00
Capitão quer renovação do treinador mas admite que técnico pode seguir para outras paragens

Sérgio Conceição está em final de contrato e, embora Pinto da Costa admita frequentemente que pretende continuar com o técnico no comando do plantel principal dos dragões, a verdade é que a campanha europeia do FC Porto, onde foi até aos quartos de final e 'vendeu caro' o afastamento perante os ingleses do Chelsea, fez aumentar a cobiça no treinador. Pepe, capitão de equipa dos azuis e brancos, admite que gostaria também ele de continuar com Sérgio Conceição mas realça que o técnico poderá ter outras ideias. 

"Claro que gostava que ele continuasse", admitiu Pepe, realçando que Sérgio Conceição conhece as preferências do capitão dos azuis e brancos relativamente à continuidade no FC Porto. "Ele sabe, ele sabe… Claro que eu gostava muito que ele ficasse", referiu Pepe, alinhando pela mesma ideia de Pinto da Costa que, recentemente, insistiu que quer continuar com Sérgio Conceição.

"A minha ideia foi sempre que eu, como presidente, não queria outro treinador. Estava certo que ele teria sucesso. O ponto atual? O Sérgio tem contrato. É minha intenção e dele renovar", disse Pinto da Costa, tendo "a certeza que, antes do final da época" existirá acordo. "Faremos um novo contrato. Ele é uma peça importante no projeto. Há quatro anos, poucos acreditavam. Eu acreditava cegamente e continuo a acreditar que podemos fazer muito mais", disse Pinto da Costa, ao Porto Canal.

Pepe acompanha o presidente do FC Porto nas palavras, embora não colocando de parte que, após várias épocas, Sérgio Conceição queira procurar novos destinos para prosseguir a sua carreira como técnico de futebol. "Ele terá os objetivos dele e nós temos de respeitar", indicou o internacional português, lembrando que Sérgio Conceição pegou no FC Porto numa altura complicada mas tem conquistado título e ajudado a SAD a fortalecer os cofres azuis e brancos com as campanhas que tem feito na Liga dos Campeões.

"Nestes quatro anos pôs a fasquia muito alta e nós só temos de agradecer-lhe pois, com a sua exigência, levou-nos a elevar a nossa exigência", salientou Pepe sobre o treinador que devolveu a chama ao dragão nos últimos anos num contexto de dificuldades financeiras, com a UEFA a aplicar limitações às contratações do FC Porto, que se viu forçado a olhar para os jogadores que tinha a rodar por empréstimo e para a 'prata da casa' para formar os sucessivos plantéis.

Pepe falava em declarações ao semanário Novo, onde também mostrou o seu desagrado relativamente às palavras de Jorge Jesus para com Eustáquio, jogador do Paços de Ferreira. "É triste. Sabemos que isso vem do Sul, vem de baixo, vem de onde vem, sabemos disso e visa condicionar um árbitro, todo o trabalho de uma equipa de arbitragem", disse Pepe.