Portugal
"O Rúben Amorim não quer passar muitos anos no Sporting"
2024-01-30 12:50:00
"Há alturas em que os treinadores têm que decidir e têm que ser inteligentes na hora da saída", diz Diamantino Miranda

Rúben Amorim tem encaminhado o Sporting nesta época e segue na liderança do campeonato. O técnico, que na última temporada ficou no quarto lugar, diz que está ciente de que a pressão dos resultados se fará sentir e admite que se não vencer desportivamente, sairá pelo seu próprio pé de Alvalade, sem necessidade de ser mandado pela administração.

“Obviamente que, se não ganharmos títulos, sairei pelo meu pé, mas isso já era a nossa conversa de sempre. Não por não conseguimos ganhar, mas porque dois anos seguidos sem ganhar títulos não pode acontecer num clube grande”, avisou Rúben Amorim, recentemente.

"Amorim não quer passar muitos anos no Sporting"

Diamantino Miranda, antigo jogador de futebol, entende que Rúben Amorim tem uma ideia de não permanencer em Alvalade durante muitos mais anos, ele que, recorde-se, está no Sporting desde março de 2020, altura em que a Direção sportinguista o comprou ao SC Braga.

"Há alturas em que os treinadores têm que decidir e têm que ser inteligentes na hora da saída. Percebe-se que o Rúben Amorim, por aquilo que tem feito no Sporting, por aquilo que tem dito, não quer passar muitos anos no Sporting", adiantou Diamantino Miranda, certo de que isso poderá acontecer "mesmo ganhando", isto numa altura em que alguns adeptos dizem que já "piscam o olho ao Marquês de Pombal".

"O Rúben Amorim é um grande treinador, já o demonstrou e tem a legitimidade de pensar em sair do Sporting"

"E com toda a legitimidade. Toda a gente tem o direito de procurar melhor", admitiu o antigo internacional português, em declarações na CMTV, onde deixou elogios para o treinador do Sporting.

"O Rúben Amorim é um grande treinador, já o demonstrou e tem a legitimidade de pensar em sair do Sporting", vincou Diamantino Miranda, realçando que Rúben Amorim pretenderá sair de Alvaalde com vitórias na bagagem.

"E eu acho que a melhor maneira de sair do Sporting não era a perder, era a ganhar", enfatizou Diamantino Miranda, certo de que, se os resultados não aparecerem, Amorim, como a grande maioria dos treinadores, ficará pendente da vontade da administração.

"Até para não correr os riscos que toda a gente corre como treinador. Se não ganhar, está sujeito sempre a sair pela própria Direção", concluiu Diamantino Miranda.

Rúben Amorim falhou um dos objetivos do Sporting, até ao momento, nesta época desportiva (Taça da Liga), mas continua na melhor posição para conquistar o título de campeão nacional, estando também ainda em prova na Taça de Portugal e na Liga Europa.