Portugal
"O pessoal do Sporting não me deixou viajar. Também seria melhor ficar aqui"
2020-03-23 23:15:00
Brasileiro Matheus Oliveira confessa preocupação com a família por causa da pandemia

O médio Matheus Oliveira, que não tem sido opção no Sporting, assumiu que foi impedido pelos leões de regressar ao Brasil, embora admitindo que foi melhor "ficar aqui".

Em entrevista à Globo, a propósito da pandemia de covid-19 que suspendeu as provas em Portugal e no Brasil (para além de muitos outros países), o filho de Bebeto assumiu estar preocupado com a família.

"O pessoal do Sporting não deixou viajar, por isso vamos tentando manter o contacto com a família. Somos brasileiros e ficamos preocupados, mas tenho contrato com o Sporting e quero respeitar o que dizem. Creio que se deixassem, também seria melhor ficar aqui, até para evitar o contacto com as outras pessoas", comentou.

O cenário da pandemia em Portugal "está complicado" em Portugal, mas ainda assim "menos mal" do que em outros países da Europa, descreveu.

"Os jogadores já estão em casa há umas três semanas, sem treinar, sem competir, mas falo treinos em casa e corro na rua, sempre evitando contacto. Tento manter a forma até que isto passe. Acho que vai demorar um pouco, pelo menos em relação aos treinos, porque o regresso à competição acho que vai demorar mais tempo ainda", salientou.

Matheus Oliveira disse ainda à Globo que "em Portugal também há alguns casos graves", numa altura em que o Brasil já regista 34 mortos devido ao novo coronavírus.

"Creio que [os portugueses] estão a conseguir manter o nível, pois conseguiram precaver-se um pouco antes, tendo em conta o exemplo de Itália. Começaram a fechar as lojas, as escolas, mesmo antes de o vírus ter chegado aqui. Não tenho saído de casa, só fui uma vez ao mercado, mas vi que estavam a seguir essas medidas, como estar nas filas a um metro de distância dos outros", finalizou o médio.