Portugal
O filme da jornada que deixa o Sporting menos folgado
Redação
2021-04-11 23:50:00
Leões voltam a empatar e 'relançam' FC Porto e Benfica na luta pelo título

O líder Sporting somou hoje o segundo empate seguido na I Liga de futebol, desta vez em casa perante o Famalicão (1-1) e ‘relançou’ FC Porto e também Benfica na luta pelo título, na 26.ª jornada.

No encontro que fechou a ronda, tal como já tinha acontecido no último fim de semana, a jovem equipa de Rúben Amorim não aguentou o ‘peso’ da pressão e voltou a ‘autorizar’ a aproximação dos seus dois principais rivais, com o FC Porto a aparecer agora no segundo posto a seis pontos dos ‘leões’ e o Benfica no terceiro a nove.

No sábado, os ‘dragões’ venceram em Tondela, por 2-0, e os ‘encarnados’ golearam o Paços de Ferreira, na Mata Real, por 5-0.

Pela segunda jornada seguida, o Sporting voltou a ser o grande derrotado da ronda, mas desta vez teve a companhia do Sporting de Braga, que também empatou (1-1) na receção ao Belenenses SAD e ficou mais longe do acesso à Liga dos Campeões da próxima temporada.

No Estádio José Alvalade, em Lisboa, Pedro Gonçalves ainda colocou o Sporting em vantagem na partida, aos 25 minutos, igualando o suíço Seferovic (Benfica) na lista dos melhores marcadores da I Liga, com 16 golos, mas o Famalicão reagiu de seguida, aos 27, pelo avançado brasileiro Anderson.

Este ano na luta pela manutenção, o Famalicão continua sem perder desde a chegada do Ivo Vieira, o terceiro treinador da época, que leva duas vitórias e dois empates, e ocupa o 13.º posto com 27 pontos, cinco acima dos lugares de despromoção direta.

No Minho, o Sporting de Braga fez igual frente ao Belenenses SAD, resultado que atrasa os 'arsenalistas' na luta pelo regresso à ‘Champions’.

A equipa de Carlos Carvalhal também esteve na frente do marcador, depois de um golo do argentino Nico Gaitan, aos 36 minutos, mas os 'azuis', também a precisarem de pontos para fugirem à zona de despromoção, igualaram já na segunda metade, com um golo de Cassierra, aos 59.

Com este empate, o Sporting de Braga segue no quarto lugar, agora com 54 pontos, menos três do que o Benfica e menos seis do que o FC Porto, enquanto o Belenenses SAD é 14.º, com 27, também cinco acima da zona proibida.

Nos Açores, o Santa Clara recebeu e goleou o Nacional da Madeira, por 5-1, e assumiu oficialmente, através do seu presidente, uma candidatura às competições europeias da próxima temporada.

A formação de Daniel Ramos entrou melhor no encontro e adiantou-se logo aos quatro minutos, através de Mikel Villanueva, tendo Rui Costa, aos 35, ampliado a vantagem. O mesmo jogador ampliou para 3-0, aos 47 minutos, com Rui Correia a reduzir, aos 66, antes de Carlos Júnior, aos 79, e Ukra, aos 90+6, de penálti, fecharem a contagem para os açorianos.

O Santa Clara ocupa o sétimo lugar da prova, com 35 pontos, os mesmos do Vitória de Guimarães, sexto, enquanto o Nacional vê a sua situação cada vez mais complicada, ocupando o último lugar, com 21 pontos, a três do Marítimo, que ocupa o 16.º posto, posição que permite ainda a disputa de um 'play-off' de manutenção com o terceiro classificado da II Liga.

Além da ‘ameaça’ da descida de divisão, este foi o segundo encontro desde o regresso do técnico Manuel Machado ao comando do Nacional, com um registo bem pesado de duas goleadas, com 10 golos sofridos e dois marcados.

No primeiro jogo do dia, o Moreirense venceu, em Barcelos, o Gil Vicente, por 2-1, reforçando o oitavo posto e uma situação tranquila na I Liga.

A formação de Moreira de Cónegos chegou à vitória graças a um golo na própria baliza do brasileiro Ygor Nogueira, aos 72 minutos, depois de Rafael Martins ter dado vantagem à formação vimaranense, aos 19, na conversão de uma grande penalidade, e de Pedro Marques ter igualado para os anfitriões, aos 47.

O Gil Vicente, que tinha vencido nas últimas três jornadas, permanece na 10.ª posição, com os mesmos 28 pontos de Tondela e Rio Ave.