Portugal
"O facto de não haver público tem favorecido o Sporting", diz Peseiro
Redação
2021-01-10 15:50:00
Ex-técnico dos leões diz-se "surpreendido" pelo primeiro lugar e aponta Benfica e FC Porto como "mais candidatos"

José Peseiro, ex-treinador do Sporting, considerou este domingo ser “surpreendente” que os leões liderem a I Liga de forma isolada e aponta a falta de público nos estádios como um ponto a favor da equipa de Amorim. 

“O Sporting vem de épocas difíceis, épocas de reconstrução de um clube fraturado, de um clube com problemas económicos, tal como têm todos. É uma surpresa positiva. Acho que é importante para o futebol português, mas continuo a dizer que Benfica e FC Porto são mais candidatos e mais favoritos”, afirmou. 

Para o atual técnico da Venezuela, que nesta entrevista ao Record falou também sobre o Benfica de Jorge Jesus, o Sporting “tem um bom treinador” e conseguiu criar “um ambiente favorável” que permite os bons resultados. 

“O Sporting é o clube mais fraturado, ainda que acredite que as vitórias vão diminuir essa fratura, e o facto de não haver público nos estádios tem favorecido. (...) Seria muito mais difícil [com o estádio cheio]. Ficando fora da UEFA como ficou, isso teria criado uma instabilidade que, sem adeptos, não cria. Esse ambiente de menor pressão é favorável aos jogadores jovens”, explicou. 

De resto, o antigo treinador de clubes como o FC Porto, Vitória ou SC Braga, lembra inclusive que Frederico Varandas “mandou técnicos embora” devido às claques, falando em si próprio e em Keizer, antes de analisar o percurso de Rúben Amorim. 

“Não concordo que um treinador sem o IV nível possa treinar uma equipa de primeira”, começou por dizer. “Ele já demonstrou, não só no Sporting como no SC Braga, que tem capacidade de treinar uma equipa que luta para ser campeão”. 

“Uma coisa é a competência, que acho que o Rúben tem, outra é não concordar que treinadores que não tenham o nível possam estar a treinar. Também não concordo com o processo burocrático que é necessário para se atingir o nível, mas eu quis ser treinador de IV nível e para isso comecei cedo a tirar os cursos”, rematou. 

José Peseiro foi treinador do Sporting entre 2004 e 2006 e, mais tarde, na época 2018/2019. Somou um total de 77 encontros pelos leões, tendo vencido 45, empatado 11 e saído derrotado em 23 jogos.