Portugal
"O Benfica ia limpar isto tudo e a equipa era estratosférica"
2023-11-10 13:35:00
"Meteram a fasquia a uma altura tal que o trambolhão pode ser muito grande", avisa ex-dirigente do Sporting

 O Benfica chega ferido ao dérbi contra o Sporting e Paulo Andrade, antigo dirigente do clube de Alvalade, espera sair do Estádio da Luz com os três pontos na bagagem e seis de distância para o rival encarnado, em caso de triunfo da formação treinada por Rúben Amorim. E se isso acontecer, o ex-dirigente leonino antevê um clima "insuportável" para Roger Schmidt entre os benfiquistas.

"Se o Sporting ganhar na Luz, o ambiente vai ser insuportável para ele. Não tenho dúvidas", prevê Paulo Andrade, não colocando apenas a cabeça do treinador entre o lote de 'culpados' pela campanha que o Benfica tem feito, sobretudo ao nível das provas da UEFA.

"Há muitos responsáveis no meio disto tudo. O Benfica ia limpar isto tudo, era estratosférica", lembrou Paulo Andrade, recordando que Rui Costa chegou a admitir o sonho de o Benfica se sagrar campeão europeu, realçando Rui Costa que é algo "difícil, mas não impossível".

"Neste clube, nada pode ser considerado uma utopia. Sabemos das dificuldades, temos de ser realistas, as pessoas têm de interpretar isto da forma correta, no modelo atual, cada vez mais é difícil o Benfica chegar ou ganhar uma final da Liga dos Campeões. Basta olhar para os grandes colossos financeiros por essa Europa fora a terem dificuldades a ganhar o troféu", disse Rui Costa, na na Thinking Football Summit.

"O presidente do Benfica era candidato [a vencer] a Liga dos Campeões"

O líder encarnado reconheceu ainda que "não alimentar o sonho num clube desta dimensão e desta grandeza seria uma estupidez", em palavras que agora são recordadas por Paulo Andrade, ex-dirigente verde e branco.

"O presidente do Benfica era candidato [a vencer] a Liga dos Campeões. Quer dizer, meteram a fasquia a uma altura tal que o trambolhão pode ser muito grande. Meteram a fasquia ao mais alto nível", destacou Paulo Andrade, em declarações na CMTV, sustentando que não acredita que o Benfica terá de procurar um novo treinador, em caso de derrota no domingo frente ao Sporting.

"Eu acho que o jogo com o Sporting poderá não ser decisivo até porque não há alternativas assim que o Benfica possa arranjar", esclareceu o antigo dirigente do clube de Alvalade.

"Abel seria uma boa alternativa para o Benfica"

Numa altura em que o nome do treinador português do Palmeiras, do Brasil, vai sendo ventilado como estando na calha para render o alemão Roger Schmidt, Paulo Andrade diz que não acredita muito nessa via.

Em todo o caso, Paulo Andrade não nega que Abel Ferreira encaixaria bem no Benfica. "Essa do Abel Ferreira é evidente que é um bom treinador e tem feito um excelente trabalho e seria uma boa alternativa para o Benfica. Mas tão cedo não fica livre", concluiu Paulo Andrade.