Portugal
"O Artur Soares Dias é que é bom. É o melhor não é?"
2023-08-23 13:50:00
"Já tudo se esqueceu de quando não havia VAR", diz ex-jogador de futebol Fernando Mendes

O lance que deu origem ao primeiro golo do Sporting na vitória sobre o Casa Pia, em Rio Maior, continua a dar que falar e há sportinguistas que admitem que pode vir a ser usado pelos rivais ao longo da temporada. Fernando Mendes, antigo jogador de futebol e conhecido adepto sportinguista, lembra que o VAR dessa partida, Hugo Miguel, "errou", mas também já o tinha feito anteriormente.

"Errou como errou no Sporting-Benfica e ele também não viu", recordou o ex-futebolista, em alusão ao lance em que o Benfica chegou ao empate por João Neves, em Alvalade, há poucos meses atrás, no clássico da época 2022/23, que terminou com a vitória final do Benfica que conquistou o 38.º título de campeão nacional.

Perante a polémica que se tem instalado nos últimos dias no futebol nacional, Fernando Mendes aconselha Paulinho e os outros avançados do leão a trocarem a cor das chuteiras.

"Eu só dou um conselho ao Paulinho e aos avançados do Sporting. Tirem as botas brancas e coloquem pretas que isso, se calhar, já passava. Com a botinha branca vê-se logo", brincou Fernando Mendes, em declarações na CMTV, onde Jorge Amaral, antigo jogador do FC Porto criticou Hugo Miguel.

Perante a insistência nas críticas ao VAR desse encontro, agora nomeado pela UEFA para um jogo da Liga Conferência, Fernando Mendes atirou que há quem goste de "Artur Soares Dias".

"O Soares Dias é que é bom. É melhor não é?", perguntou Fernando Mendes, lamentando que algumas pessoas já se tenham esquecido de arbitragens antes da introdução da tecnologia do VAR.

"Já ouvi algumas coisas que são engraçadas. O VAR não tem desculpa mas quando não havia VAR já tudo se esqueceu", vincou Fernando Mendes, não se detendo.

"Já não conta para nada. Agora conta tudo. Os erros gritantes de antigamente que, se calhar, deram campeonatos a equipas que não mereciam, se calhar, não conta para nada", concluiu Fernando Mendes sobre o caso do Casa Pia-Sporting, que levou mesmo o Conselho de Arbitragem a reconhecer que a equipa de VAR "errou" ao não assinalar fora de jogo a Paulinho no lance do primeiro golo dos leões, em Rio Maior.

Para o Conselho de Arbitragem houve um "erro na colocação do ponto que define a linha de fora de jogo" no "lance do primeiro golo do jogo Casa Pia-Sporting".

Assim, por tempo indeterminado, esta entidade decidiu suspender Hugo Miguel e Rui Soares, que eram responsáveis pelo VAR neste encontro do campeonato.