Portugal
"Está a valer tudo". Do Dragão chega a resposta às "múmias" e ao "engraçadinho"
Redação
2021-03-31 16:30:00
"Tem formação jurídica e procurar ser engraçadinho e acusar o treinador do FC Porto de delinquência"

Sérgio Conceição tem sido protagonista de algumas polémicas ao longo da temporada a que se lhe juntam outros casos em épocas passadas e em outros emblemas que, nas últimas semanas, 'à boleia' da polémica de Portimão, voltaram a ser recordadas e comentadas.

Após o desentendimento protagonizado por Sérgio Conceição e Paulo Sérgio, muitas vozes se têm levantado contra o treinador dos dragões, especialmente, com alusões ao facto de o técnico ter no currículo outras situações do âmbito disciplinar.

O FC Porto tem estado a par de tudo que tem sido dito e saído na imprensa e Francisco J. Marques sai a público para fazer a defesa do treinador portista, lamentando que alguns dos comentários visem questões familiares e mais pessoais do técnico dos nortenhos.

Na emissão do Porto Canal, Francisco J. Marques começou por lamentar as declarações de Carlos Barbosa da Cruz, ex-dirigente do Sporting, que acusou Sérgio Conceição de ser "no plano desportivo um delinquente".

"Este caso de Carlos Barbosa da Cruz ultrapassa as marcas do que é admissível. Tem formação jurídica e procurar ser engraçadinho e acusar o treinador do FC Porto de delinquência", criticou o diretor de Informação e Comunicação do FC Porto.

Francisco J. Marques avisou que "'cuspir' para o ar tem o problema da força da gravidade". "O senhor doutor Carlos Barbosa da Cruz poderia esclarecer se acha que é mais grave envolver-se numa discussão com outro adulto, uma discussão agressiva, ok, mas que não teve mais que isso, ou estar nos Bahama Leaks. Eu não estou a acusar ninguém", comentou Francisco J. Marques.

O responsável portista destacou ainda que Carlos Barbosa da Cruz não foi o único, nos últimos tempos, a tecer comentários sobre Sérgio Conceição que têm desagradado a estrutura azul e branca.

Francisco J. Marques fala de outros que "fazem figuras de múmias" quando vão para as televisões. "Ganhem juízo", aconselhou o porta-voz do FC Porto, notando que estão a tentar 'pegar' contra Sérgio Conceição por questões fora do âmbito desportivo. 

"Não lhe conseguem pegar pela competência, não lhe conseguem pegar pela paixão, pelo profissionalismo ou pelo que é natural ou pelo que é criticável, que é a sua atividade de treinador. Por aí não têm por onde o criticar", afirmou Francisco J. Marques, desafiando os comentadores a fazê-lo, se assim existirem motivos.

"Se há razões para o criticar, critiquem pela qualidade de treinador", indicou Francisco J. Marques, realçando que se estão a 'passar algumas marcas'.

"Não pode valer tudo. Para atacar o FC Porto e, particularmente, o Sérgio Conceição está, de facto, a valer tudo", declarou Francisco J. Marques, sublinhando que acompanha o futebol português há várias décadas mas não encontra paralelo.

"Nunca vi nada igual", considerou o porta-voz dos azuis e brancos, dizendo que "recorrem a tudo e é miserável".