Portugal
"No tempo do Apito Dourado estava no Sporting e assisti a tanta coisa"
2022-09-29 11:30:00
"É evidente que Pinto da Costa não poderia dizer outra coisa mesmo que tivesse feito essa afirmação a Vieira"

Numa das passagens do livro 'A Verdade de Vieira', o antigo presidente do Benfica relata uma conversa tida com Pinto da Costa na qual este lhe garantiu que na cidade do Porto não era detido, como aconteceu há cerca de um ano em Lisboa. "Ainda há pouco tempo me disse: ‘Garanto-te que tu no FC Porto nunca eras detido’", relatou Luís Filipe Vieira, ao falar de "uma grande relação" e de estreita amizade com o líder azul e branco.

Entretanto, Pinto da Costa negou de forma perentória ter dito isso a Luís Filipe Vieira. "Não é verdadeira. Nunca poderia dizer isso, a justiça não funciona por cidades nem regiões, portanto é óbvio que nunca disse isso e é fácil demonstrá-lo", assegurou o presidente do clube azul e branco, em declarações aos jornalistas quando questionado sobre o tema.

A respeito desta situação, Paulo Andrade, antigo dirigente do Sporting, diz que Luís Filipe Vieira e Pinto da Costa devem entender-se relativamente às versões que apresentam. 

E, em todo o caso, o ex-dirigente verde e branco, lembra que no tempo do Apito Dourado estava no Sporting e recorda-se de assistir a "tanta coisa surpreendente".

"No tempo do Apito Dourado estava no Sporting e assisti a tanta coisa surpreendente, nomeadamente como a forma como esse processo decorreu e como acabou, e como acabou. Acho realmente inacreditável", recordou Paulo Andrade, certo de que no futebol nacional não descarta nenhum cenário.

"Tudo é possível no futebol português", admitiu o antigo dirigente do Sporting, que falava em declarações na CMTV, onde o tema foi abordado.

Por outro lado, Paulo Andrade realçou também que no futebol nacional ao longo dos anos já assistiu a muita coisa. "Infelizmente, nós no passado vimos já tanta coisa."

Deste modo, o antigo dirigente do Sporting sustenta que não esperaria declarações diferentes daquelas que Pinto da Costa prestou em relação ao assunto.

"É evidente que ele não poderia dizer outra coisa mesmo que tivesse feito essa afirmação a Luís Filipe Vieira. Não sei se fez ou não, eles os dois que se entendam", comentou Paulo Andrade, considerando ainda que Luís Filipe Vieira foi "irresponsável" ao colocar esse assunto no livro.

"Acho irresponsável o Luís Filipe Vieira escrever isso no livro onde, ainda por cima, diz que é toda a verdade. Quer dizer, mesmo que ele [Pinto da Costa] tivesse dito não se escreve. Eu acho que não se escreve. Portanto, acho uma atitude um tanto ou quanto descabida de Luís Filipe Vieira", avaliou o antigo dirigente do Sporting.

Ainda em relação ao assunto em questão, Paulo Andrade disse que quer acreditar na seriedade das autoridades nortenhas. "Eu recuso-me a aceitar que as autoridades seja com quem for tenham esse tipo de postura."