Portugal
"No Sporting ganhámos o campeonato nacional em 2015/16", diz Geraldes
2020-12-02 15:30:00
Ex-diretor do Sporting diz que "talvez um dia a história venha a explicar" algumas coisas

André Geraldes, antigo diretor do futebol do Sporting, entende que ainda muito se falará sobre o campeonato 2015/16 e considera que, embora os benfiquistas tenham feito a festa, o título ficou em Alvalade. Pelo menos, na crença que tem.

"Nós no Sporting ganhámos um campeonato nacional em 2015/16 e por uma série de circunstâncias não nos deixaram ganhar", disse André Geraldes, revelando que a história sobre essa época não acabou.

"Talvez um dia a história venha a explicar por que razão é que isso aconteceu. Mas na minha opinião fomos campeões nacionais em 2015/16", insiste André Geraldes.

Sobre este tema, recorde-se, Frederico Varandas prometeu aos sócios do leão no período eleitoral, que iria contar o que sabe a respeito do campeonato 2015/16.

Na sequência das buscas efetuadas ao reduto encarnado, a TVI assegurou, por intermédio do responsável pela secção de justiça daquele canal, que a Polícia Judiciária suspeita de que o Benfica possa ter vencido o primeiro campeonato da era Rui Vitória, em 2015/16, com recurso a um alegado "esquema ilícito".

A SAD do Benfica confirmou as buscas às suas instalações, não revelou a que se deviam, mas mostrou-se totalmente disponível para colaborar com as autoridades para esclarecer as questões do processo em causa.

O tema volta agora à atualidade com o antigo responsável pelo futebol verde e branco, na presidência de Bruno de Carvalho, André Geraldes a destacar ainda que apesar de a festa, na altura, ter sido feita em tons de encarnado, o futuro poderá trazer novidades.

"Vamos ver o que é que o futuro nos diz sobre isso", comenta André Geraldes, ele que recentemente foi ilibado do caso Cashball, num processo que dizia respeito ao tempo em que foi diretor do Sporting.

"Não tenho medo de falar sobre nada, gosto de responder a todas as questões. Durmo de consciência tranquila. Pessoalmente, nunca foi algo que me tirasse o sono. Sabia que mais tarde ou mais cedo a justiça iria falar por ela própria."

André Geraldes referiu ainda que poderá tomar uma posição mais detalhada sobre o processo em breve mas, para já, avisa que espera que quem levantou este processo acabe por se explicar na justiça.

"Já tive oportunidade de dizer que quando formos notificados do ponto de vista formal, porque já percebemos com os indícios da Polícia Judiciária o que está em cima da mesa, mas quando formos notificados talvez tenha uma posição mais pública sobre o assunto".

André Geraldes referiu ainda que a sua posição "nunca" será "contra entidades ou instituições". "Jamais, porque as pessoas não representam as instituições, mas obviamente há pessoas que vão ter de responder, do ponto de vista individual, por aquilo que me fizeram", afirmou André Geraldes, em declarações na Tribuna Expresso.