Portugal
"No estrangeiro é que as coisas se complicam para o FC Porto"
2022-10-11 11:50:00
"Tiveram vitórias sobre o Benfica com fora de jogo, penáltis que não existiram. É fácil ganhar muito", diz ex-vice

O FC Porto tem vindo a recuperar na classificação do campeonato e está apenas a três pontos do Benfica, próximo adversário a visitar o Estádio do Dragão no escaldante clássico da ronda 10 da I Liga de futebol. As águias chegam ao reduto azul e branco na frente, mas o FC Porto quer apanhar o rival da Luz.

Se dentro das quatro linhas o duelo só vai arrancar no dia 21 de outubro de 2022 pelas 20h15, fora do retângulo de jogo há muito que o apito inicial está dado com trocas de argumentos entre a Luz e o Dragão entre figuras do passado ligadas ao respetivos clubes que vão estar em disputa pelos três pontos, que num clássico acabam por valer mais pela rivalidade histórica.

Na ronda antes do clássico, Benfica e FC Porto cumpriram e venceram frente ao Rio Ave, na Luz, e diante do Portimonense, em Portimão, alcançando os três pontos.

Mas sobraram críticas pela forma como quer um clube quer outro conseguiram com relativa simplicidade encaminhar os jogos para a conquista dos pontos.

Se do lado portista exista quem julgava que "que era um jogo de homenagem ao Samaris", que "podia ser 10-7 ou 10-3", do lado encarnado a resposta não se fez esperar.

António Figueiredo, antigo vice-presidente do clube da Luz, diz que já perdeu a conta aos anos que o Portimonense já leva sem conseguir travar os azuis e brancos.

E sobre considerações portistas a propósito do Benfica e de outros clubes da I Liga, António Figueiredo diz que não dá importância. "Já ouvi tantas insinuações. Aqui há uns tempos era o SC Braga que facilitava", lembrou o antigo dirigente encarnado.

Sobre o argumento de Francisco J. Marques de que o Benfica investe mais que o Portimonense e sente dificuldades idênticas para travar os azuis e brancos, António Figueiredo tem uma opinião.

"Normalmente tiveram sobre o Benfica vitórias com fora de jogo, tiveram vitórias com penáltis que não existiram. É fácil ganhar muito", confirmou António Figueiredo, aproveitando para deixar uma indireta para os portistas.

"O problema são os jogos no estrangeiro. No estrangeiro é que as coisas se complicam", disse o antigo dirigente do Benfica, em alusão às dificuldades que nas últimas épocas o FC Porto tem sentido nas provas europeias.

"Aí é que se complicam", insistiu António Figueiredo, em declarações na CMTV, referindo mesmo que, nos últimos três anos, "o Benfica tem mais palmarés na Europa do que o FC Porto".