Portugal
"Nesta fase da competição, não há muito mais a fazer", diz Jorge Costa
Redação
2021-04-26 18:45:00
Técnico do Farense na antevisão do dérbi algarvio, que se disputa nesta terça-feira

O treinador do Farense assumiu hoje que o objetivo na receção de terça-feira ao vizinho Portimonense passa por acabar com o jejum de mais de três meses sem ganhar em casa na I Liga de futebol.

"É mais um jogo com grau de dificuldade elevadíssimo. Queremos voltar às vitórias no nosso estádio e, portanto, perspetivo que amanhã iremos fazer algo de muito positivo e iremos conquistar os três pontos para ficarmos mais confortáveis na nossa luta", disse Jorge Costa, na antevisão à partida de fecho da 29.ª jornada da competição.

O Farense, envolvido na luta pela manutenção, soma sete jogos consecutivos sem vencer no Estádio de São Luís, desde o triunfo sobre o Gil Vicente (3-1), em 10 de janeiro.

O treinador da equipa de Faro reconheceu que a receção ao Portimonense é "um jogo especial, porque é um dérbi", mas que é apenas mais um jogo na caminhada da sua equipa rumo à permanência.

"Um dérbi tem sempre algo de extra e traz sempre algo mais ao jogo. Motivados os jogadores têm de estar sempre - e têm estado. Nesta fase da competição, não há muito mais a fazer. Estão motivados e concentrados, porque é um jogo especial, mas estes pontos não valem nem mais nem menos do que os pontos dos outros jogos", ressalvou Jorge Costa.

O técnico do Farense quer "dar continuidade àquilo que de bom" a sua equipa fez em Paços de Ferreira, na jornada anterior, onde triunfou por 2-0.

"Espero o Farense dos últimos jogos. Uma equipa com qualidade, com organização, com muita vontade, a praticar bom futebol, sólida defensivamente e agressiva no ataque. Isso é aquilo que eu quero, o que espero e o que iremos ver em campo", sublinhou.

O Farense, 17.º e penúltimo classificado, com 25 pontos, recebe o Portimonense, 10.º, com 32, em jogo marcado para o Estádio de São Luís, em Faro, às 21:45, com arbitragem de Luís Godinho (Évora).