Portugal
“Nem o Sporting poderia imaginar ter este avanço”, diz Peseiro
Redação
2021-02-26 18:00:00
Ex-treinador de leões e dragões divide igualmente o favoritismo para o clássico deste sábado

As atenções do futebol português estão centradas no clássico deste sábado. O Sporting, líder do campeonato, visita o FC Porto, segundo classificado e que entra em campo com dez pontos de atraso.

Uma vitória leonina é encarada como um passo de gigante rumo à conquista de um título que foge desde 2001/02. Do lado dos dragões, o triunfo deixaria o líder a sete pontos de distância e abalado pelo que seria a primeira derrota no campeonato.

O clássico de sábado assume assim um cariz “mais decisivo para o FC Porto do que para o Sporting”, como explicou José Peseiro, treinador que passou pelos dois clubes e que atualmente é o selecionador da Venezuela.

Peseiro, que em declarações anteriores já tinha manifestado espanto pela caminhada do Sporting no atual campeonato, afirmou que o avanço de dez pontos sobre o FC Porto terá surpreendido a própria estrutura leonina.

“Acredito que o treinador, presidente e estrutura pensassem estar a disputar o primeiro lugar por esta altura. Agora, estarem com uma margem tão grande, penso que nem eles acreditavam”, afirmou o técnico.

“É surpreendente para todos. Acho que ninguém podia pensar que o Sporting estivesse neste momento com dez pontos de avanço. Creio que ninguém, no universo do futebol em Portugal, poderia imaginar esta diferença, mas a verdade é que ela se concretizou com muito mérito do Sporting”, insistiu, em declarações à TSF.

Na antevisão do encontro de amanhã, José Peseiro dividiu igualmente o favoritismo, lembrando que o fator casa “neste momento está esbatido porque não há público no estádio”. Vai ser uma partida entre “uma equipa muito equilibrada e muito difícil de bater”, o Sporting, contra um FC Porto “que gosta mais de dominar e controlar o jogo com bola”.

O clássico de sábado é o encontro grande da 21.ª jornada da I Liga. À espera de um deslize dos leões, ou até de um empate, por causa da luta pelo acesso à Liga dos Campeões, vão estar SC Braga, terceiro classificado, a 11 pontos do líder, e Benfica, quarto e a 15 pontos do rival lisboeta. No domingo, os minhotos jogam na Madeira, com o Nacional, enquanto os encarnados entram em campo na segunda-feira, perante no Rio Ave, no Estádio da Luz.