Portugal
"Não vou deixar de viver por ter medo de morrer", diz Pinto da Costa
Redação
2021-03-30 09:35:00
"Nunca deixei de vir ao trabalho, de acompanhar as nossas equipas em qualquer circunstância"

A pandemia alterou a forma de estar no mundo e obrigou a muitas mudanças para que as pessoas pudessem continuar a viver com alguma normalidade dentro deste mundo em significativa mudança.

O futebol não foi exceção e depois de ter parado, voltou com um leque longo de normas para cumprir e regras apertadas para evitar a transmissão do novo coronavírus.

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, pertence ao grupo de risco devido à idade mas tem feito questão de acompanhar de perto a equipa do FC Porto, marcando presença frequente nos jogos da turma de Sérgio Conceição.

O líder azul e branco explica que esta é a sua forma de ser e estar na vida e admite que podia ficar resguardado em casa com medo da morte mas, sustenta, não viveria como pretende.

"Não vou deixar de viver por ter medo de morrer, senão não morro mas também não vivo que é a mesma coisa", afirmou Pinto da Costa, assegurando que cumpre todas as normas que são recomendadas pelas autoridades de saúde para diminuir o risco de transmissão do novo coronavírus.

"Tenho feito com todas as cautelas a minha vida do dia a dia. Nunca deixei de vir ao trabalho, assumir as minhas responsabilidades, de acompanhar as nossas equipas em qualquer circunstância, correndo uns riscos mínimos, mas tendo sempre os maiores cuidados, usando sempre máscara, mantendo as distâncias", indicou o presidente do FC Porto, num excerto de um programa que irá para o ar nesta terça-feira.

Pinto da Costa falava no programa 'Retratos do Novo Mundo', que tem sido transmitido na FC Porto TV e que termina nesta terça-feira com o testemunho do presidente dos azuis e brancos.

De resto, a atitude de Pinto da Costa em plena pandemia tem sido destacada por diversas figuras do FC Porto, que elogiam o presidente dos dragões por não se resguardar e andar sempre com a equipa, transmitindo a sua força em todos os momentos.

"Está lá, está lá. Sofre. O Pinto da Costa está lá ao frio e ao relento. Está lá. Ama o FC Porto. O Pinto da Costa ama, adora o FC Porto", referiu Rodolfo, há umas semanas atrás.

Entre jogos internos do campeonato português, da Taça da Liga, da Taça de Portugal e até da Supertaça, Pinto da Costa tem andado sempre perto da equipa de Sérgio Conceição.

Também nas viagens para o estrangeiro, como recentemente foi o caso da visita a Turim para a Liga dos Campeões, Pinto da Costa chefiou a comitiva portista.