Portugal
"Não vejo a mesma intensidade dos adversários contra FC Porto e Sporting"
2023-01-06 11:50:00
Antigo ministro dá exemplo do treinador do SC Braga que foi "inteligente"

António Bagão Félix, economista, conhecido benfiquista e antigo ministro das Finanças, traça um olhar sobre a realidade encarnada nesta fase em que a janela de transferências está aberta e pairam sobre a Luz algumas dúvidas quanto ao plantel mas também relativamente ao rendimento desportivo encarnado, isto depois de um recomeço de campeonato pouco feliz para as águias após o Mundial.

Na visão do antigo ministro das Finanças, o Benfica "tem 12 ou 13 bons jogadores, mas o que sobra do plantel são ainda só promessas, ou suplentes que não são reforços, ou atletas desmotivados à espera de guia de marcha". Daí que, saliente o economista, sejam necessários ajustes para enfrentar o que resta da temporada que será longa.

Além disso, Bagão Félix diz que acresce a isto o facto de, na sua visão, diante do clube da Luz os adversários jogarem com "'autocarros estacionados'". 

"O que não vejo que aconteça com a mesma intensidade e consistência nos jogos contra o FC Porto e o Sporting", referiu António Bagão Félix, em declarações ao jornal A Bola.

Para exemplificar esta sua visão, o antigo governante lembra a mudança de estratégia do SC Braga em jogos recentes; primeiro na visita a Alvalade de onde saiu goleado e depois a vitória sobre o Benfica, em Braga.

Para António Bagão Félix, o treinador Artur Jorge alterou o plano de Alvalade no jogo com o Benfica. "Aí o técnico arsenalista percebeu que contra os mais fortes não se pode jogar 'tu cá, tu lá'", disse, sublinhando depois que o técnico do clube bracarense foi "inteligente e armou a equipa e alterou a estratégia".

Enzo com "ingratidão suez", na visão de Bagão Félix

Por outro lado, o antigo ministro das Finanças António Bagão Félix comentou o caso do médio Enzo Fernández e critica o jogador internacional argentino, falando mesmo em "ingratidão suez" do camisola 13 das águias "para com o clube que o mostrou ao mundo".

E neste sentido questiona a presença de Jorge Mendes no negócio Enzo Fernández, que tem sido apontada pela generalidade da imprensa.

"Gostaria de saber por que razão Jorge Mendes está no eventual negócio, ele que - pelo que li - não é agente de nenhuma das partes. Quem o chamou?", questiona António Bagão Félix.

Enzo Fernández tem protagonizado a 'novela' na janela de transferências europeia, uma vez que pretende mudar-se para Stamford Bridge mas, até ao momento, o Chelsea não bateu a cláusula de rescisão do jogador fixada em 120 milhões de euros para que o negócio se possa concretizar.