Portugal
"Não tenho medo de assumir. Tirem as ervas daninhas à volta de Gonçalo Ramos"
Redação
2020-12-03 14:55:00
"Não o estraguem. Quando começar a jogar mais um joguinho ou dois já vão falar na renovação"

Gonçalo Ramos tem vindo a crescer na equipa principal do Benfica com Jorge Jesus, técnico que já deixou elogios ao jogador mas também reparos construtivos no sentido de ajudar o camisola 88 encarnado.

Octávio Machado disse que é preciso que a estrutura do Benfica perceba o jogador que está a ser formado e diz que é preciso "tirar as ervas daninhas" que estão em redor do atleta.

"Não tenho medo de assumir isto. Não tenho medo de assumir isto para dizer uma coisa muito simples. Deixem o miúdo em paz. Deixem trabalhar o miúdo, deixem-no crescer, deixem-no aproveitar as oportunidades todas. Façam aquilo que eu fiz, o Futre fez que foi esperar pelas oportunidades", afirmou Octávio Machado.

O ex-treinador salientou ainda que os jogadores da formação precisam de aproveitar com 'unhas e dentes' todos os minutos que são dados pelos treinadores, nem que sejam apenas 10 ou 15 minutos.

"É comer o pão que o diabo amassou. É assim que se vê o carácter dos jogadores. Este miúdo tem muita qualidade. Não o estraguem. Tirem as ervas daninhas que andam à volta dele e deixem-no crescer", disse Octávio Machado.

Antecipando uma aposta frequente de Jorge Jesus no atleta, Octávio Machado diz que em breve vão se revelar as ditas ervas daninhas de que fala no caso de Gonçalo Ramos.

"Quando ele for transferido já vão ver, ou quando ele for valorizado. Quando começar a jogar mais um joguinho ou dois já vão falar na renovação de contrato", referiu Octávio Machado, não querendo indicar nomes.

"Vocês sabem. As ervas daninhas são as ervas que nascem. Eu tirei muitas ao Futre para ele crescer", afirmou Octávio Machado, na CMTV, apelando novamente para que a estrutura permita que o jogador se fixe no Benfica.

"Deixem o miúdo crescer", insistiu Octávio Machado dizendo que só está a dizer para "tirar as ervas daninhas" que nascem "quando se planta uma árvore".

Na conferência de imprensa após o encontro entre o Benfica e o Paredes, a contar para a terceira eliminatória da Taça de Portugal, recorde-se, o técnico encarnado revelou que "esperava mais" do jovem avançado. Reação que motivou um coro de críticas por parte de figuras da história benfiquista como o caso de Toni.

Depois disso, Jorge Jesus já voltou a colocar o camisola 88 em campo e deixou, entretanto, elogios ao jovem avançado formado na Luz, acreditando que poderá fixar-se na primeira equipa, tudo dependendo do trabalho que este fizer.