Portugal
"Não quero mais saber desse Vieira", diz presidente do Corinthians
2020-08-21 09:30:00
Líder do timão furioso com presidente do Benfica

Benfica e Corinthians refizeram o acordo estabelecido na compra de Pedrinho e as águias, em vez de pagarem 20 milhões de euros, vão pagar 18 milhões. O negócio tem gerado muitas críticas ao líder do timão que se defende e admite mesmo que nem quer ouvir falar de Luís Filipe Vieira.

"O negócio do Pedrinho já foi acertado, mas olharam para nós como um clube pequeno. Pelos vistos é isso que o presidente do Benfica pensa, que somos pequenos", disse Andrés Sanchez, presidente do Corinthians.

O timão devolveu Yony González ao Benfica, colombiano que as águias colocaram por empréstimo nos LA Galaxy, e o preço de Pedrinho foi renegociado.

A forma como o negócio tem sido realizado não tem agradado a Andrés Sanchez que assegura que não volta a negociar com Luís Filipe Vieira, a quem anteriormente chamou de "malandro".

"Poderemos negociar no futuro com o Benfica. As instituições são maiores do que as pessoas. No entanto, não quero mais saber desse presidente", disse Sanchez, em declarações ao jornal O Jogo.

Aos adeptos do timão que o têm criticado pela forma como tem sido flexível com o Benfica, o líder do Corinthians esclarece que o clube brasileiro acabará por lucrar ainda mais com a transferência de Pedrinho, na ordem de mais milhão e meio de lucro, devido à relação cambial.

Pedrinho foi o primeiro reforço anunciado para a nova época pelo Benfica, numa altura em que Jorge Jesus ainda não tinha sido oficializado como técnico das águias.

O jogador já trabalha no Seixal às ordens do seu novo técnico na Luz.