Portugal
"Não, não foi uma 'entrada horrível' do FC Porto. Lamentável este feitio"
Redação
2021-03-04 16:25:00
Cajuda indignado com análises que se fazem em Portugal aos jogos

O SC Braga superiorizou-se ao FC Porto em pleno Estádio do Dragão, em jogo da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, e as análises ao encontro têm ido na direção de um FC Porto mais errático e 'adormecido' no começo da partida, que permitiu aos bracarenses angariar uma margem que chegou a ser de 3-0.

No final, o SC Braga venceu por 3-2 e apurou-se para a final do Estádio do Jamor e Manuel Cajuda, antigo treinador bracarense, mostra-se agastado com as leituras que se fazem, em Portugal, em idênticas situações.

Para o experiente treinador português, é preciso valorizar aquilo que a turma orientada por Carlos Carvalhal conseguiu fazer no reduto azul e branco, na partida decisiva da eliminatória.

"Não, não foi uma 'entrada horrível' do FC Porto. Foi isso sim, uma entrada excelente do SC Braga", assinalou Cajuda, desagradado com a forma como, em Portugal, por norma, se olha para um jogo de futebol.

"Lamentável este feitio português de olhar sempre para o mau e esquecer e desvalorizar o bom", escreveu Manuel Cajuda, nas redes sociais, destacando o apuramento do seu antigo clube logo frente ao FC Porto, detentor da Prova Rainha, conquistada na última época, em Coimbra, perante o Benfica.

O emblema portista foi eliminado da Prova Rainha ao ser derrotado perante o SC Braga, por 3-2 e o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, admitiu que a equipa cometeu "erros primários" diante do SC Braga.

"O importante é baixar a cabeça, não é levantar a cabeça, é baixar a cabeça e ver o que fizemos. Este jogo não é para esquecer, é para lembrar. Este jogo pesa naquilo que vai ser o início da preparação para o Gil Vicente. Temos de dar resposta de acordo com o que é a nossa equipa e continuar na luta pelo campeonato. Ainda há objetivos este ano, continuar a lutar pelo campeonato e continuar na Liga dos Campeões e é essa resposta de temos de dar", afirmou o técnico.