Portugal
"Não é por fazerem mais barulho que influenciam as arbitragens"
Redação
2020-06-25 10:10:00
Presidente do Marítimo aborda também jogo frente ao Benfica

O presidente do Marítimo espera que a equipa possa regressar às vitórias diante do Benfica, na segunda-feira, quando as águias visitarem o 'caldeirão'.

"É um jogo que por si só traz uma motivação extra. Em que todos se querem mostrar. São os jogos em que os jogadores sabem que têm maior palco e visibilidade. Que no mínimo estarão os seis milhões de portugueses a ver o jogo, mais os observadores", referiu Carlos Pereira.

Em entrevista ao jornal A Bola, o líder do emblema madeirense explicou ainda que a equipa de José Gomes só pode pensar em vencer e os jogadores querem aproveitar a 'montra' para se mostrarem.

"Temos obrigatoriamente de fazer circulação de ativos e são nestes jogos que são observados. E sabemos que o Marítimo tem um lote de atletas sob observação e creio que vão dar tudo o que têm, como quase diria sempre deram, mas que as coisas não têm corrido tão bem como queríamos".

O presidente do Marítimo aproveitou ainda para falar de arbitragens, isto numa altura em que o clube dos Barreiros ainda não segurou a manutenção na I Liga.

"Continuo a acreditar que não é pelos nossos adversários fazerem mais barulho que influenciam as arbitragens. Sabemos que quando aqui chegam é com a melhor das intenções, porém, face à pressão criada durante e até antes do jogo, se cria algum tipo de condicionalismo."

O Marítimo-Benfica está agendado para a próxima segunda-feira, às 18h00, no Estádio dos Barreiros, em partida a contar para a 29.ª jornada do campeonato.