Portugal
"Não disseram que Jurásek era Maldini ou Roberto Carlos porque não houve tempo"
2024-01-15 11:30:00
"O Chiquinho era o Zidane, o Florentino o novo Makélélé", recorda ex-jogador Maniche

Marcos Leonardo é o reforço mais sonante do Benfica neste mercado de transferências e já começou a levar as bancadas da Luz à euforia. O jovem brasileiro, de 20 anos, precisou de pouco tempo para marcar na baliza sul da Luz e festejou agarrado à bandeira do clube encarnado. Ainda antes de Marcos Leonardo marcar, Maniche, ex-futebolista português, avisava ser necessária cautela em relação às expectativas criadas em relação ao camisola 36.

"Tem que haver um cuidado na gestão de expectativas perante um jogador de 20 anos", pediu Maniche, não discordando que se trata de "um jogador com muito talento, muito potencial que o Benfica pode valorizar e rentabilizar, se for o caso, mais tarde." 

"Antes de ele chegar já era o novo Neymar, o Prestianni o novo Messi, já aconteceu isso com o Chiquinho que era o Zidane, o Florentino Luís era o Makélélé"

Ainda assim, Maniche entende que é necessário ter cuidado em relação ao que se diz de Marcos Leonardo, lembrando que o jogador precisa de se ambientar ao país e à equipa.

"Antes de ele chegar já era o novo Neymar, o Prestianni o novo Messi, já aconteceu isso com o Chiquinho que era o Zidane, o Florentino Luís era o Makélélé", referiu Maniche, em declarações na CNN Portugal.

"Há que haver aqui um certo cuidado nessa situação"

A este respeito, Maniche deixou ainda uma tirada sobre David Jurásek que tem sentido dificuldades de adaptação ao Benfica. "Não disseram que o Jurásek era o Maldini nem o Roberto Carlos porque não tiveram tempo para o fazer, até porque o jogador não provou tal coisa", comentou Maniche.

"Há que haver aqui um certo cuidado nessa situação porque ele tem muita qualidade e pode ser muito útil ao Benfica", aconselhou Maniche em relação a Marcos Leonardo, antigo jogador do Santos, do Brasil, transferido para a Luz e que já marca de águia ao peito.

"Sabem como são os avançados, querem sempre marcar"

Sobre Marcos Leonardo, Roger Schmidt admitiu ter ficado feliz por o jogador se ter estreado a marcar de águia ao peito no Estádio da Luz.

"Sabem como são os avançados, querem sempre marcar, mais ainda quando se estreiam por um novo clube. Estou muito feliz por ele e pelo golo, porque foi o golo decisivo e um golo muito bonito", destacou Roger Schmidt, em declarações à Benfica TV.

Marcos Leonardo cumpre as primeiras semanas como jogador do Benfica e concorre para uma vaga na frente de ataque dos atuais campeões nacionais.