Portugal
"Não consigo entender Schmidt. A ganhar 6-1, aos 90 vai meter dois jogadores"
2024-02-19 09:50:00
A "inacreditável" ação de Roger Schmidt na gestão do plantel aos olhos do antigo jogador de futebol Fernando Mendes

Apesar da vitória tranquila e esclarecedora do Benfica frente ao Vizela para o campeonato, Roger Schmidt não deixou de ser contestado por algumas opções tomadas na robusta receção ao Vizela, no Estádio da Luz.

Aos 89 minutos, já com o resultado em 6-1, o treinador germânico decidiu fazer duas alterações, lançando Álvaro Carreras e Benjamín Rollheiser, tirando Tiago Gouveia e David Neres, que foi a grande figura da partida com golos e assistências na goleada sobre a formação minhota.

Não dá para "entender" Schmidt que a ganhar 6-1 mete "dois jogadores", diz Fernando Mendes

Para Fernando Mendes, antigo jogador de futebol, que representou Benfica, FC Porto e Sporting, entre outros clubes, não é compreensível esta decisão do treinador encarnado de meter dois jogadores quase em cima dos 90 minutos, numa altura em que a vitória estava assegurada e faltavam poucos momentos para o fecho da partida.

“Eu não consigo entender sinceramente, um treinador que está a ganhar 6-1!”, admitiu Fernando Mendes, mostrando-se perplexo com a opção do treinador campeão nacional.

“Não consigo entender. Qual é o objetivo de colocar a dois ou três minutos do fim? Não consigo entender, sinceramente”

Em declarações na CMTV, Fernando Mendes apelidou mesmo esta iniciativa de Roger Schmidt de “inacreditável”. “Acho inacreditável, aos 90 minutos, meter dois jogadores”, vincou Fernando Mendes, insistindo que não compreendeu a ideia do técnico encarnado.

“Não consigo entender. Qual é o objetivo de colocar a dois ou três minutos do fim? Não consigo entender, sinceramente”, concluiu ainda Fernando Mendes.

Curiosamente, Roger Schmidt terminou o jogo com Morato no lado-esquerdo da defesa, numa adaptação do central e Álvaro Carreras, que é defesa-esquerdo, jogou como extremo nos minutos que esteve em campo na etapa final da partida.

Roger Schmidt satisfeito com vitória robusta

Após o encontro, Roger Schmidt falou à Benfica TV e reconheceu que a equipa conseguiu fazer um dos jogos mais atrativos da época encarnada.

“Foi um dos melhores jogos desta temporada na forma como não demos hipóteses ao adversário para jogar na frente. Estivemos muito bem. Foi um jogo de topo e conseguimos marcar cinco golos”, comentou a respeito da primeira parte.

“A segunda parte creio que também foi boa, infelizmente um erro resultou num golo sofrido. Mas creio que foi importante marcar mais um golo no final. Estamos felizes”, resumiu Roger Schmidt.

O treinador encarnado disse ainda que espera sempre críticas. "Não importa o que faço, vou ser sempre criticado, porque sou treinador do Benfica. É normal. Não é um problema para mim. Tenho de tomar decisões", disse o alemão Schmidt.