Portugal
"Não acredito que seja cartilha. Então há cartilha entre Sporting e Benfica"
Redação
2021-04-05 15:25:00
"Quiseram fazer mal ao Sérgio como homem e como pessoa", diz Rodolfo Reis

Sérgio Conceição não gostou de algumas coisas que leu, viu e ouviu a respeito do episódio protagonizado juntamente com Paulo Sérgio em Portimão. Alguns comentários feitos a respeito da maneira de ser e estar do técnico azul e branco chegaram a tocar em questões familiares que deixaram o técnico desagradado e disso mesmo o treinador deu conta. "Comecei a semana a ouvir que era arruaceiro. Passou por javardo, gentalha, ordinário, delinquente e chegaram ao final da segunda semana a falar dos meus pais, só para verem onde isto chegou. E [os que comentavam isso] não estão sob a pressão e emoção de um jogo, que também não justificou o meu comportamento", criticou Sérgio Conceição.

Rodolfo Reis, antigo capitão do FC Porto, quer acreditar que os comentários feitos não foram uma atitude articulada por uma qualquer "cartilha" entre Benfica e Sporting para atacar o treinador do clube azul e branco. "Acho que houve pessoas com grande responsabilidades que ofenderam o Sérgio Conceição de uma maneira terrível. Eu não acredito que seja cartilha porque então há cartilha entre o Sporting e Benfica. Houve pessoas do Sporting que também... [criticaram Sérgio Conceição]", disse Rodolfo Reis, criticando os comentários feitos por Carlos Barbosa da Cruz, ex-dirigente do Sporting.

"O Sérgio Conceição pode ser um excelente pai de família, não tenho dúvidas. E da mesma forma que o critico, eu elogiei aquele abraço que deu ao filho [Francisco Conceição no jogo FC Porto-Boavista]. Foi uma cena tocante. Mas vamos ser claros, do ponto de vista desportivo, Sérgio Conceição é um delinquente. É assim que se qualificam as pessoas que prevaricam por sistema", disse Carlos Barbosa da Cruz, na altura.

Para Rodolfo Reis, "um advogado que chama delinquente não tem perdão". "Não tem perdão. Um outro com a quarta classe tem que se desculpar. Mas as pessoas que têm cultura e sabem o termo exato das palavras não têm desculpas", referiu Rodolfo Reis, em comentário na CMTV, notando que "várias pessoas, sem ser cartilha, quiseram fazer mal ao Sérgio como homem e como pessoa". "Eu não levo para cartilha porque, então, o Benfica e o Sporting tinham-se juntado para dizer o que disseram do Sérgio".

O ex-capitão do FC Porto assistiu a uma campanha que foi "terrível e inqualificável" contra o técnico do FC Porto que tem "problemas a mais no banco" e isso "é uma realidade". "Gostava de estar aqui a defender o Sérgio Conceição mas não posso porque, na realidade, ele tem tido atitudes e ações que o prejudicam a ele e ao FC Porto. Agora, dizer o que estes bandidos disseram? Olhem eu a dizer bandidos porque eles foram bandidos", disse Rodolfo Reis, sustentando que "comer e calar não dá". "Não dá", reiterou o ex-jogador do FC Porto, colocando-se ao lado do técnico dos azuis e brancos.