Portugal
Nacional responde a Vieira com “estórias da nossa história” 
Redação
2021-03-02 17:30:00
Vieira acusou madeirenses de rejeitarem adiar um jogo porque o Benfica recusara ceder Diogo Gonçalves 

O Nacional da Madeira divulgou um comunicado e um vídeo, nesta terça-feira, em que responde ao presidente do Benfica, que em entrevista à BTV acusara o emblema madeirense de ter rejeitado o adiamento de um jogo porque os encarnados não aceitaram ceder Diogo Gonçalves. "É revoltante. Se lhe emprestasse o Diogo Gonçalves já adiavam. Já fomos muito solidários com aquele clube", dissera o dirigente do clube da Luz.

Os insulares respondem hoje. E viajam até à temporada de 2015/16, recordando que “o Nacional tinha a oportunidade de chegar às meias-finais da Taça de Portugal”, sendo que o sorteio ditou uma deslocação a Barcelos, para defrontar o Gil Vicente, que então militava na II Liga.  

Esse jogo iria disputar-se numa quarta-feira. “No domingo antes, o calendário da I Liga ditou a receção ao Benfica, num jogo interrompido aos 8 minutos devido ao nevoeiro”, recorda o clube, numa nota divulgada hoje no seu site, onde acusam os encarnados de fazer o mesmo: apontar aos regulamentos e dizer 'não' às pretensões do adversário. 

O Benfica exigiu o cumprimento dos regulamentos, recusando o adiamento para outra data, pelo que o encontro acabaria por se reatar pelas 12 horas de segunda-feira, jogando-se os 82 minutos em falta”, prossegue a nota. 

E dois dias depois, “o Nacional jogava em Barcelossendo que o Gil Vicente, “aproveitando bem o desgaste da formação alvinegra, acabou vencendo por 1-0". 

A derrota sofrida neste dia tirou ao Nacional a possibilidade de chegar às meias-finais da competição”, conclui o comunicado. 

A equipa madeirense sugere, deste modo, que o argumento apresentado por Luís Filipe Vieira não faz sentido. E apesar de não citar o nome do presidente do Benfica, apresenta outra versão da história: o Nacional registou a decisão do Benfica, em 2015/16, e ‘retaliou’, cinco anos mais tarde. 

Veja as imagens: