Portugal
"Na porrada não perdi". Bruno Alves e um célebre jogo contra o Benfica
2020-04-06 09:40:00
Ex-central portista lembra cabeçada a Nuno Gomes num clássico

Bruno Alves foi convidado a recordar um célebre episódio que protagonizou num clássico, em 2005, no Estádio do Dragão, quando deu uma cabeçada a Nuno Gomes, na altura no Benfica, autor dos golos que, nessa noite, valeram a vitória ás águias sobre o FC Porto.

"Estávamos a perder por 2-0 em casa, mas como eu aprendi com o meu pai, posso perder no jogo, mas não posso perder na porrada", recorda o internacional português, que também falou sobre a pressão de vencer que existe na Invicta.

Em declarações nas redes sociais do FC Porto, Bruno Alves lembra que no jogo jogado o Benfica até venceu mas fora isso...

"Então, na porrada eu não perdi", disse, lembrando que o então treinador portista, o holandês Co Adriaanse, lhe tentou explicar que não fora esse ato e talves pudesse continuar entre as apostas. 

"Passei algum tempo de fora, mas o [Co] Adriaanse foi sempre muito honesto comigo e disse-me que se não tivesse sido expulso provavelmente iria continuar a jogar".

Ainda assim, Bruno Alves, atualmente ao serviço dos italianos do Parma, diz que "depois daquele momento também houve uma alteração do sistema tático".

"A equipa começou a ganhar e foi muito difícil voltar a jogar. Entendi a situação, aprendi com os erros e isso também fez de mim um jogador e uma pessoa mais forte para lidar com o futebol e com a vida", disse ao recordar o jogo de 15 de outubro de 2005.

Na altura, em partida a contar para a 7.ª jornada do campeonato, Lucílio Baptista, deu ordem de expulsão aos 81 minutos a Bruno Alves após a agressão a Nuno Gomes, numa partida em que as águias já venciam por 2-0.