Portugal
“Na fase que mais precisaram dele, Nakajima não esteve presente”, diz Chaínho
2020-07-23 15:55:00
Ex-futebolista recorda que o internacional japonês não quis treinar no regresso do campeonato

A conquista do 29.º campeonato ficou marcada, para além dos festejos do FC Porto, pela ausência do extremo Nakajima nas celebrações portistas.

O japonês, recorde-se, não foi nenhuma opção em nenhum encontro após a retoma da I Liga, tendo justificado a ausência devido a problemas de saúde da mulher, tendo preferido resguardar-se em casa por causa da pandemia da covid-19.

Chaínho, ex-jogador do FC Porto, critica a ausência de Nakajima e diz que ele não esteve disponível na altura em que a equipa mais precisava.

“Eu gosto do Nakajima, mas na fase em que mais precisaram dele, não estava presente. Não quis treinar, foi o único que não esteve na festa…”, afirmou Chaínho à Sport TV.

Ao mesmo tempo, Chaínho considera que este caso só não teve mais repercussões por causa da estrutura portista, acrescentando que pode ter acontecido “coisas no passado” que levaram a este desfecho.

“Isto não se desgasta porque é uma estrutura. Se um treinador pensar em muita coisa… Chegou ali a um ponto que houve coisas que não gostou no passado”, comentou.

Theo Ryuki, empresário do japonês, indicou, em declarações ao jornal A Bola, que o nipónico vai receber a medalha de campeão nacional.

Esta temporada, Nakajima realizou 28 jogos, tendo feito apenas um golo.