Portugal
Manuel Fernandes indignado com opinião de ex-árbitro comentador da Sporting TV
Redação
2021-04-07 15:25:00
Ex-árbitro explicava lance entre Franco e Nuno Mendes em Moreira de Cónegos

Manuel Fernandes, antigo avançado do Sporting, e o ex-árbitro Pedro Azevedo protagonizaram um momento tenso na emissão do programa Raio X Sporting na Sporting TV, dado que a antiga glória verde e branca não concordou com a opinião que foi expressada pelo antigo árbitro no canal dos leões a propósito da entrada de Gonçalo Franco, do Moreirense, sobre Nuno Mendes, que sofreu uma contusão na perna direita. E durante a análise do lance envolveram-se numa troca de argumentos que contou também com a intervenção de Miguel Braga, responsável pela Comunicação dos leões.

"Surpreendi-me a ler a imprensa desportiva. Ninguém realça aquela entrada sobre o Nuno Mendes? Quando há entradas em outros clubes assim de forma violenta como aquele miúdo que ia inutilizando o Nuno Mendes... E toda a gente diz que podia. Podia? Podia levar amarelo? Podia ou devia? Não é amarelo, aquilo é a roçar o vermelho", comentou Manuel Fernandes, antigo avançado dos leões.

Mas o ex-árbitro Pedro Azevedo, comentador do canal para assuntos de arbitragem, tem uma opinião diferente e estava a destacar que a falta de Gonçalo Franco sobre Nuno Mendes deu-se através de uma "falta negligente e não uma entrada grosseira". Por isso, percebia o critério para avaliar o lance usado por João Pinheiro no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

"Na minha opinião, enquadra-se como uma entrada negligente e não como uma falta grosseira. A entrada não é violenta, o jogador vai para jogar a bola e o contacto", ia dizendo o ex-árbitro enquanto Miguel Braga, diretor de Comunicação do Sporting, sorria durante a emissão e ouvia-se em fundo Manuel Fernandes a mostrar a sua indignação. "Não sei o que é violento, Pedro", disse o ex-avançado, enquanto Miguel Braga funcionava como interlocutor entre ambos. "Não sei se ouves, mas o Manuel está a comentar cada uma das tuas palavras e está indignado".

"Pedro, isso foi o que os outros todos dos jornais disseram. Nós não vamos na conversa deles", referiu Manuel Fernandes, enquanto que o antigo árbitro prosseguia com a explicação. "Há um contacto", dizia, sendo novamente interrompido por Manuel Fernandes. "Um contacto?", questionava, admirado, enquanto fazia o gesto como que explicando que o jogador do Moreirense 'varreu' Nuno Mendes. "Ele leva o jogador para fora do campo", acrescentou, enquanto o ex-árbitro insistia que Gonçalo Franco tinha jogado a bola. E Manuel Fernandes voltou a mostrar-se admirado com a explicação.

"Ai joga a bola? E as pernas do jogador", declarou Manuel Fernandes, enquanto que Pedro Azevedo insistia que Gonçalo Franco jogou "claramente a bola". "Eu vou repetir. Se o jogador tivesse atingido o Nuno Mendes com a sola da bota ou mesmo com a perna, aí, defenderia que era cartão vermelho", disse Pedro Azevedo, enquanto Manuel Fernandes voltou a interromper. "Aquilo foi uma tesoura", explicava o ex-avançado dos leões, enquanto que o ex-árbitro dizia não concordar. "Não. Ele joga a bola e o que provoca a lesão no tornozelo do Nuno Mendes acaba por ser o tronco do jogador que realiza o 'tackle'". E Manuel Fernandes fechou a conversa com uma conclusão. "O teu problema é que andaste a ler os jornais."