Portugal
"Mais uma vez sonegado um penálti". Benfica pede "transparência" nas arbitragens
Redação
2021-02-22 13:35:00
Águias criticam trabalho dos árbitros

O Benfica queixa-se novamente das arbitragens e lamenta que o árbitro e o VAR não tenham assinalado castigo máximo num lance, em Faro, sobre Rafa Silva, ainda na primeira parte do encontro que terminou sem golos.

"É urgente serem conhecidas as comunicações e imagens mostradas nos jogos em que defrontámos Moreirense e Farense. Se o VAR veio para melhorar o futebol, então que se demonstre que tal acontece, começando pela transparência", pede o Benfica, velando críticas novamente ao Conselho de Arbitragem.

"Mais uma vez, foi-nos sonegada uma grande penalidade evidente, desta feita num lance faltoso sobre Rafa. A ser convertida, ter-nos-íamos adiantado no marcador e a história do jogo seria diferente."

Lamentando que a formação de Jorge Jesus tenha sido "prejudicada pela equipa de arbitragem", o Benfica sustenta que estes lances acabam por geriar intranquilidade na equipa.

"Tudo isto contribuiu para a ansiedade e intranquilidade crescentes no seio da equipa, derivadas não só da classificação atual, mas também do desenrolar do jogo, em que ao desalento por não conseguir transformar em golos as boas ocasiões criadas, acresceu a frustração por se sentir prejudicada por sucessivos erros de arbitragem", analisam as águias, através da newsletter oficial, nesta segunda-feira.

O Benfica diz que não percebe como é que o clube continua ser ter penalidades assinalas a seu favor neste campeonato. "Não se compreende a sucessão de lances suscetíveis de marcação de grande penalidade a nosso favor decididos erradamente pelas equipas de arbitragem".

Velando críticas ao VAR, o Benfica diz que esta ferramenta não está a trabalhar pela verdade desportiva. "Infelizmente, do que nos tem sido dado a observar, torna-se óbvio que a verdade desportiva não tem sido defendida", destaca o Benfica, numa ideia acompanhada por Octávio Machado, ex-treinador de Sporting e FC Porto, que também entende que as águias têm razões de queixa.

Há “penáltis escamoteados” ao Benfica e “VAR devia ser varrido”, disse Octávio Machado.

Após o jogo frente ao Farense, no Algarve, o Benfica prolongou um ciclo de jogos fora sem vencer, que iniciou no dia 20 de dezembro. Além disso, em Faro, os encarnados permitiram ao adversário um registo inédito: pela primeira vez, o Farense não sofreu golos, nesta época, na I Liga.