Portugal
“Mais uma vez se quer reescrever a história”, acusa Bruno de Carvalho
Redação
2021-03-30 19:35:00
Ex-presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, reage à declaração de Miguel Braga 

Bruno de Carvalho respondeu ao diretor de Comunicação do Sporting, Miguel Braga, que defendeu, em declarações à Sporting TV, que Nuno Santos nem sequer tinha contrato de formação assinado com o clube de Alvalade, quando Frederico Varandas chegou à presidência.

Miguel Braga apontou o dedo à direção de Bruno de Carvalho, lamentando que jogadores com elevado potencial, como é o caso de Nuno Mendes - internacional pela principal equipa das quinas e titular no jogo de hoje frente ao Luxemburgo –, não tivesse contrato profissional quando Frederico Varandas chegou à presidência do Sporting. 

"Quando este Conselho Diretivo chegou ao Sporting, o Nuno Mendes não tinha contrato", garantiu Miguel Braga. O destino desses jovens, segundo o porta-voz leonino, poderia ser qualquer um dos clubes rivais.  

Bruno Carvalho desmente. “Mais uma vez se quer reescrever a história”, realço ex-dirigente, que recorre ao sarcasmo, dirigindo-se a Miguel Braga. “Para si, um fado de Amália: ‘Que Deus me perdoe’”, escreve, dirigindo críticas ao discurso do diretor de Comunicação do emblema de Alvalade. 

"A aposta na formação é sinalizarmos e vermos quem são os Nunos Mendes em potência, fecharmos contratos com esses jogadores e trabalharmos com eles até atingirem a maioridade para darem o salto para a equipa principal", disse Miguel Braga. 

Reabre-se, com mais esta troca de palavras, a troca de argumentos entre a direção liderada por Frederico Varandas e Bruno de Carvalho. O ex-dirigente já tinha usado as redes sociais para criticar a inauguração da Cidade Sporting, garantindo que esse projeto já tinha visto a luz em 2017. 

Bruno de Carvalho publicou há poucos dias um vídeo de uma reportagem, onde declarava inaugurada aquela série de infraestruturas. “Hoje é um dia histórico e de grande felicidade para a nossa família sportinguista. Com a inauguração da rotunda de Alvalade, da Rua Professor Mário Moniz Pereira, dos três campos de Futebol Fernando Peyroteo, Luís Figo, Cristiano Ronaldo e do Pavilhão João Rocha, nasce, assim, a tão ansiada Cidade Sporting”, afirmou Bruno de Carvalho, em julho de 2017.

No dia em que a direção de Frederico Varandas apresentou o projeto com o mesmo nome, Bruno de Carvalho voltou à carga. “Em 2021, Varandas vai inaugurar a ‘Cidade Sporting’. Ser presidente assim é fácil, fácil... Com os milhões de outros, com os atletas de outros, com as ideias de outros, com os projetos de outros...”, reagiu Bruno de Carvalho, numa publicação nas redes sociais.

Quanto a Nuno Mendes, alvo desta nova investida de Bruno de Carvalho, tem contrato com o Sporting, renovado recentemente, válido até 2025, com uma cláusula de rescisão fixada em 70 milhões de euros.