Portugal
Mafra vence Feirense e deixa os fogaceiros mais longe da liderança
Redação
2021-03-15 20:20:00
Triunfo com reviravolta, em jogo da 24.ª jornada da II Liga

O Mafra venceu hoje o Feirense, por 2-1, em jogo da 24.ª jornada da II Liga, depois de ter virado o resultado, deixando o Feirense mais longe da liderança da prova.

O Feirense, por Fabrício, aos 25 minutos, colocou-se em vantagem depois de um erro de Carlos Henriques na baliza mafrense, mas um autogolo de Zé Ricardo (41) permitiu o empate ao Mafra. Já na segunda parte, a equipa orientada por Filipe Cândido conseguiu a reviravolta no marcador, com um golo de Nuno Campos, aos 68 minutos.

Com esta vitória, a segunda consecutiva em casa, o Mafra regressa aos triunfos depois da derrota da última jornada, em Vizela, somando agora 33 pontos, os mesmos do Casa Pia, na oitava posição da tabela.

Já o Feirense, que a semana passada perdeu o duelo da liderança com o Estoril Praia, soma a segunda derrota consecutiva e fica ainda mais longe do topo, ocupando a segunda posição, com 46 pontos, a sete dos ‘canarinhos’ e com mais um do que a Académica, terceira classificada.

Logo aos dois minutos, Lee ameaçou pela primeira vez as redes do Feirense. O sul-coreano isolou-se, mas perdeu no cara a cara com Brígido, guarda-redes dos ‘fogaceiros’, que com uma saída rápida de entre os postes evitou o primeiro dos ‘saloios’.

O Mafra entrou melhor e, a confirmar isso mesmo, ao minuto 17 dispôs de nova oportunidade para inaugurar o marcador. Camará cruzou tenso no flanco direito, Lee falhou o remate no ‘coração' da área, mas a assistência involuntária acabou nos pés de Bruno Silva, que disparou forte para nova defesa de Brígido.

Ao Mafra faltava a eficácia, algo que o Feirense teve de sobra ao adiantar-se no marcador na primeira ocasião que teve: Carlos Henriques ficou a meio caminho ao sair da baliza do Mafra na resposta a um cruzamento, Fabrício foi mais rápido e atirou para a baliza deserta, faturando o seu nono golo na liga.

Uma vez mais o Mafra foi castigado quando controlava o encontro, mas a equipa de Filipe Cândido não baixou os braços, acabando por ser recompensada à beira do intervalo.

Na sequência do segundo canto consecutivo para os ‘saloios', Camará subiu mais alto para o cabeceamento e a bola acabou no fundo da baliza da equipa de Santa Maria da Feira, depois de uma atrapalhação de Zé Ricardo, que acabou por fazer autogolo no Municipal de Mafra.

Na segunda parte, com o Mafra novamente mais inspirado, a primeira oportunidade foi para Rodrigo Martins, que com um remate de fora da área fez a bola rasar o poste do Feirense.

Os ‘fogaceiros' responderam, com Platiny a ficar perto do golo numa incursão pelo centro da defesa mafrense, mas foi mesmo a equipa da casa a conseguir a ‘cambalhota' no marcador e fazer o 2-1.

Aos 68 minutos, numa jogada de flanco a flanco, Lee encontrou Nuno Campos solto no lado direito e o lateral, já dentro da área, atirou colocado ao ângulo, sem qualquer reação possível para Brígido, resolvendo o encontro a favor dos ‘saloios'.

Ficha de jogo

Jogo no Estádio Municipal de Mafra.

Mafra-Feirense, 2-1
Ao intervalo: 1-1
Marcadores:
0-1, Fabrício, 25 minutos
1-1, Zé Ricardo, 41 (própria baliza)
2-1, Nuno Campos, 68.

Equipas:

- Mafra: Carlos Henriques, Nuno Campos, Miguel Lourenço, Pedro Barcelos, Bruno Silva, Cuca, João Miguel, Carlos Daniel (Ismael, 76), Lee (Andrézinho, 69), Rodrigo Martins (Moura, 75) e Camará (Gui Ferreira, 90+2)
(Suplentes: Filipe Neves, João Cunha, Andrézinho, Gui Ferreira, João Graça, Tomás Domingos, Moura, Ismael e Edi Semedo)
Treinador: Filipe Cândido

- Feirense: Brígido, Diga (Platiny, 66), Gui Ramos (Pedro Monteiro, 46), Ícaro Silva (Washington, 51), Zé Ricardo, Tavares, Latyr (Fábio Espinho, 46), Mica, Edson Farias, Fabrício (João Victor, 78) e Feliz
(Suplentes: Igor Rodrigues, Pedro Monteiro, Washington, Diogo Viana, Fábio Espinho, Platiny, Manu, Ruca e João Victor)
Treinador: Filipe Rocha

Árbitro: João Gonçalves (AF Porto)
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Lee (38), Latyr (45+1), Camará (50), Pedro Monteiro (60), Diga (63) e Cuca (65)
Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.