Portugal
Liga arranca mesmo na sexta-feira
2020-09-14 18:05:00
Garantias deixadas por Pedro Proença e pelo secretário de Estado da Saúde

O campeonato nacional da I Liga vai mesmo arrancar na próxima sexta-feira, conforme o calendário já conhecido, confirmaram esta tarde o presidente da Liga, Pedro Proença, e o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales.

"O que posso garantir é que a I Liga começará na próxima sexta-feira", adiantou Pedro Proença.

"Há um princípio de bolha que tem de existir para que plantéis e equipas técnicas estejam salvaguardadas de focos de contágio. A garantia que a Liga deixou, foi que faremos todos os testes necessários para que as competições comecem e acabem como na época passada", explicou.

Questionado sobre o jogo do Sporting com o Gil Vicente, em dúvida devido ao acumular de casos positivos de covid-19, Proença reagiu com a promessa de mais testes.

"Amanhã todos os jogadores com resultados positivos serão testados. Se os plantéis estiverem aptos, partirão para jogo. Testados os jogadores e dando negativo, teremos o jogo do Sporting. Se terão de ficar em quarentena? O quadro de quarentena está a ser reavaliado pela DGS, portanto vamos receber instruções sobre isso", respondeu.

Em cima da mesa esteve a redução do período de quarentena de 14 para 10 dias, pretendida pela Liga, mas por enquanto sem resposta por parte da tutela.

À saída da reunião entre o Governo e a Liga, realizada esta tarde, António Lacerda Sales afirmou que a presença de público nos estádios não será autorizada até 2 de outubro, data do próxima encontro para debater o assunto.

Foi também revelado que até outubro não haverá público nos estádios.

"Ficou acordado que não haverá público no início do campeonato, até porque não conhecemos a evolução epidemiológica. Não haverá público no início do campeonato. Combinámos uma reunião para outubro para conversarmos, fazermos uma monitorização e reavaliação da situação", explicou Sales.

O secretário de Estado da Saúde frisou ainda a importância de haver "troca de informação bidirecional" entre os clubes e as autoridades.

"Nessa base, sairão boas decisões. Será implementado um protocolo de teste", rematou.