Portugal
Leixões vence e mantém FC Porto B em risco de ser despromovido
Redação
2021-05-09 21:40:00
Partida ficou decidida em nove minutos

O Leixões venceu hoje o FC Porto B, por 2-0, num jogo da 32.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, e manteve assim a equipa portista em risco de ser despromovida ao escalão inferior.

Os leixonenses subiram ao oitavo lugar, com 40 pontos, e os dragões mantêm-se no 16.º posto, o primeiro acima da linha de água, com 29 pontos, mais um do que a equipa classificada imediatamente abaixo, a Oliveirense. Na próxima ronda, o FC Porto recebe o Feirense, que luta ainda pela subida de divisão.

O Leixões-FC Porto ficou decidido na primeira parte e em nove minutos, com os golos de Kiki, aos 25, e de Nenê, aos 34, e foi nesse período que os leixonenses estiveram melhor do que o adversário.

Rodrigo Conceição, que terá sido o elemento que mais procurou remar contra a maré entre os portistas, fez o primeiro remate, mas para fora, aos dez minutos, e pouco depois cruzou com perigo, tendo Tiago Silva efetuado uma defesa incompleta.

O mesmo Rodrigo Conceição conseguiu espaço e tempo para rematar outra vez à baliza, aos 21 minutos, e falhou mais uma vez o alvo.

A partir desse lance, porém, o Leixões reagiu e marcou aos 25 minutos, na primeira vez em que se acercou com perigo da baliza adversária. Rodrigo cruzou por alto e Kiki surgiu solto a recolher a bola na área portista e a desviá-la de Ricardo Silva, fazendo o 1-0.

O FC Porto pecou por ser pouco agressivo no plano defensivo e voltou a ser castigado aos 34 minutos, quando Nenê ganhou um ressalto, ficou isolado e rematou forte, cruzado e rasteiro, obtendo o segundo golo da sua equipa.

A vantagem deixou o Leixões mais à vontade e com mais espaço para lançar contra-ataques, porque os ‘dragões’ adiantaram-se no terreno e deixaram a sua baliza mais exposta, sobretudo porque Kiki esteve muito ativo no corredor esquerdo e causou muitas dificuldades a Carraça e companhia.

Ainda antes do intervalo, o treinador António Folha fez duas substituições, mas os resultados foram mínimos, porque a equipa pecou na finalização e não se livrou de alguns sustos devido às transições defesa-ataque do Leixões durante quase toda a segunda parte.

O FC Porto B teve mais iniciativa e caudal ofensivo após o intervalo, enviou duas bolas à barra, aos 53 minutos, por Igor Cássio, e aos 60, e na sequência desta introduziu mesmo a bola na baliza leixonense e festejou o golo, mas o lance acabou anulado pelo árbitro por uma alegada irregularidade.

O guardião Tiago Silva foi um dos grandes obstáculos que os visitantes tiveram hoje pela frente, em especial no segundo tempo. Destaque para as suas intervenções aos 85 minutos, a evitar que central Pedro Pinto marcasse na própria baliza, e aos 89, a desviar para canto um remate de Gonçalo Borges.

Jogo disputado no Estádio do Mar, em Matosinhos

Leixões - FC Porto B, 2-0.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Kiki, 25 minutos.

2-0, Nenê, 34

Leixões: Tiago Silva, Edu Machado, Pedro Pinto, Brendon, Seck, Bruno Monteiro, Christophe Nduwarugira, André (Jefferson Encada, 57), Kiki (Avto, 65), Rodrigo (Belkheir, 76) e Nenê (76).

(Suplentes: Stefanovic, Diogo Gomes, Sapara, Jefferson Encada, Avto, Morim, Vando, Ricardo Teixeira e Belkheir).

Treinador: José Mota.

- FC Porto B: Ricardo Silva, Carraça, João Marcelo, Malang Sarr, Rodrigo Pinheiro (Igor Cássio, 43), Rodrigo Conceição, Mor N' diaye (Gonçalo Borges, 43), Rodrigo Valente, Rafael Pereira (Johan Goóez, 71), Bernardo Folha e Namaso.

(Suplentes: Ivan Cardoso, Johan Gómez, Digo Bessa, Gonçalo Borges, Pedro Justiniano, Carlos Gabriel, Diogo Ressurreição, Levi Faustino e Igor Cássio).

Treinador: António Folha.

Árbitro: Vítor Ferreira (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Carraça (62), Brendon (82), Malang Sarr (83) e Ricardo Silva (85).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.