Portugal
"Lá vai o Schmidt dormir mal outra vez com tantas dúvidas"
2024-02-23 11:35:00
"Eu já não me lembro de ver uma exibição tão má do Benfica, tão apagada", admite ex-capitão encarnado João Alves

João Alves, antigo jogador e capitão do Benfica, espera que a eliminatória diante do Toulouse sirva para Roger Schmidt tirar ilações sobre o contexto e o momento da formação lisboeta, que avançou para os oitavos de final da Liga Europa, onde vai defrontar o Rangers, da Escócia.

“O Toulouse mereceu passar esta eliminatória, se quisermos ser honestos e verdadeiros", apontou João Alves, notando que a formação francesa "passou o Benfica a ferro" e só não avançou na prova porque o Benfica teve em Trubin um guarda-redes inspirado.

"Na primeira parte, o Benfica teve três chances de golo. Na segunda parte, o Toulouse passou o Benfica a ferro. Eu já não me lembro de ver uma exibição tão má do Benfica, tão apagada, em termos defensivos a equipa abriu buracos por todo o lado”, analisou o 'luvas pretas'.

João Alves prevê Schmidt a "dormir mal com tantas dúvidas"

Em declarações na RTP 3, João Alves reconheceu ainda que as alterações promovidas por Roger Schmidt não melhoraram a formação campeã nacional no que toca ao seu rendimento no campo.

“As substituições ao intervalo não funcionaram e tornaram o Benfica pior equipa”, observou João Alves, valorizando o trabalho em missão defensiva de jogadores como Ángel Di María.

“Eu já não via o Di María defender tanto como o vi defender. Trabalhou muito”, reconheceu o antigo jogador do Benfica e da Seleção Nacional, antevendo problemas para Roger Schmidt nos próximos dias.

“Lá vai o Schmidt dormir mal outra vez com tantas dúvidas”, apontou João Alves, prevendo problemas para o técnico germânico do Benfica em montar a equipa para os próximos desafios que, recorde-se, terá no horizonte dois clássicos em poucos dias: Sporting e FC Porto.

Em relação ao jogo do Benfica, João Alves realça que a formação lisboeta terá de ter outro comportamento no campo no capítulo defensivo, de forma a evitar que os adversários rondem as zonas da baliza de Trubin.

"Passou o Benfica a ferro"

“O Benfica não pode sofrer tantas situações de golo e dar tanto domínio a um adversário”, disse João Alves sobre o Benfica de Roger Schmidt que, por seu turno, no comentário ao jogo de França para a Liga Europa se mostrou satisfeito com o resultado, até porque foi "suficiente" para passar à próxima fase.

"Foi o suficiente para passarmos à próxima ronda e o objetivo era esse", disse Roger Schmidt, no final de um encontro que foi "difícil" e onde este viu o Benfica a apresentar-se "bem na primeira parte".

"E tivemos três grandes chances para marcar. Na segunda parte, o Toulouse pressionou-nos, precisámos de defender muito e não encontrámos o momento certo para a transição. A equipa lutou e estamos felizes por passarmos à próxima ronda", disse Schmidt que já foi comparado a um "boneco de cera" no banco.