Portugal
Jorge Jesus elogia João Félix e Diogo Jota
Redação
2020-11-04 17:25:00
Exibições dos jovens internacionais provam que Portugal tem "uma das melhores seleções do mundo"

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, teceu hoje elogios a João Félix e a Diogo Jota, considerando que a afirmação dos dois futebolistas portugueses demonstra a qualidade da seleção portuguesa.

Desafiado a comentar as boas exibições dos avançados do Atlético Madrid e do Liverpool nos desafios da Liga dos Campeões, na terça-feira, Jesus concluiu que “é bom para o futebol português, para a seleção e para Fernando Santos”. "Prova que somos uma das melhores seleções do mundo”, afirmou sobre a qualidade dos jogadores.

“O João [Félix], como sabem, foi trabalhado nesta casa [Seixal] e atinge o seu expoente máximo quando já não estou em Portugal. Mas via-o no Brasil e sempre disse que ia ser um jogador com um percurso acima do normal. Está a justificar e não tenho dúvidas de que vai ser melhor ainda. Para jogar no Atlético Madrid e ser diferenciado naquele plantel, tem de se ter muito valor”, elogiou o técnico sobre o jogador da formação do Benfica.

Quanto a Diogo Jota, que na terça-feira fez um ‘hat-trick’ pelos atuais campeões da Europa e do mundo, o treinador do Benfica destacou que “começou” do nada e, por isso, não teve a vantagem de “chegar mais rápido” a um clube de topo.

“Começou de baixo, até chegar onde chegou. No ano passado foi a surpresa do campeonato inglês e agora chega à melhor equipa do mundo, sendo um jogador já com uma expressão muito grande, tem de ser um grande jogador. Quando tens no plantel Salah, Firmino e Mané e tu chegas lá e jogas, tens de ter muito valor”, sentenciou o treinador.

Jesus falou sobre os dois internacionais portugueses na conferência de imprensa de antevisão da partida do Benfica, na quinta-feira, frente aos escoceses do Rangers, a contar para a Liga Europa de futebol.

João Félix apontou quatro golos nos últimos três jogos dos ‘colchoneros’ e, apesar de ter ficado ‘em branco’ na terça-feira, frente ao Lokomotiv de Moscovo (1-1), ‘assinou’ uma exibição que mereceu elogios da imprensa.

Diogo Jota, que se transferiu esta época do Wolverhampton para o Liverpool, marcou seis golos nos últimos quatro encontros, três dos quais na terça-feira, no triunfo (5-0) dos ‘reds’ no terreno dos italianos da Atalanta.