Portugal
Jogadores do Fabril espreitam "gracinha" na receção ao FC Porto
2020-11-19 09:25:00
Fabril recebe o FC Porto no sábado, às 14h30

Os jogadores do Fabril esperam em conseguir uma "gracinha" na receção ao FC Porto, detentor da Taça de Portugal de futebol, em jogo da terceira eliminatória da competição, no sábado.

A formação do Barreiro conta duas vitórias esta temporada, ambas na Taça, diante de Rabo de Peixe e Vitória de Sernache, ambas por 2-0, e ocupa o 11.º lugar da Série G do Campeonato de Portugal, com três empates, outras tantas derrotas, e apenas cinco golos marcados.

Confrontado com este registo, o ponta de lança Ivan Reis, que em seis jogos na presente temporada tem um golo marcado, precisamente na Taça de Portugal, frente ao Vitória de Sernache, concorda que tem faltado “aquela pontinha de sorte” e confia que essa tendência pode ser invertida já no sábado.

“Esse é o nosso objetivo. Não me ocorre um jogo mais perfeito para começar a fazer golos”, disparou o avançado cabo-verdiano.

No início da sua 10.ª época em Portugal, Ivan Reis encarna a confiança e boa disposição do plantel, não se mostrando minimamente ‘intimidado’ no relvado sintético do complexo desportivo do Fabril, onde a equipa tem treinado esta semana para poupar o relvado natural do seu estádio para a receção ao ‘azuis e brancos’.

O avançado admite que vai ser um jogo “especial”, por ser contra “uma das maiores potências nacionais”, mas reforça a tese de que este é o “jogo ideal” para melhorar os índices de finalização.

“A equipa tem trabalhado bem, só os golos é que não têm aparecido. E também temos sofrido golos que em condições normais não sofreríamos, mas com a forma como trabalhamos, mais tarde ou mais cedo os avançados vão começar a marcar, vamos sofrer menos golos, é confiar no processo”, prometeu.

E apesar de a equipa andar arredada das vitórias no campeonato, o capitão João do Carmo reforça a confiança num resultado positivo frente à equipa treinada por Sérgio Conceição e lembra o registo 100% vitorioso na prova ‘rainha’ do futebol português.

“Sabemos que as duas vitórias que temos foram na Taça de Portugal. Infelizmente, ainda não conseguimos vencer para o campeonato, muito por circunstâncias que não dependem de nós, mas o futebol é mesmo assim. Temos a perfeita noção de que podemos fazer uma ‘gracinha’ a este campeão nacional”, frisou o médio centro da equipa do Barreiro.

A união do grupo, de resto, é a ‘chave’ do sucesso apontada por João do Carmo, um dos capitães do grupo da margem sul do Tejo.

“Bom resultado, sem dúvida que é a vitória. Essa ‘gracinha’ depende de nós, do nosso espírito de grupo. Temos uma equipa muito forte a nível de grupo. O nosso balneário é espetacular, com muita entreajuda, amizade, tanto em treino como em jogo. Mesmo a malta que não joga, sempre uns com os outros e isso é uma mais-valia para nós”, desvendou o médio.

O Fabril recebe o FC Porto no sábado, às 14:30, em partida da terceira eliminatória da Taça de Portugal, que será disputada à porta fechada devido à pandemia de covid-19.