Portugal
"João Pinheiro expulsou o Fransérgio. Nuno Mendes salvou-se de levar amarelo"
Redação
2021-04-07 11:45:00
"A entrada é parecida com a do Taremi sobre o Otamendi. É para magoar", diz Fernando Mendes

O lance em que resultou a lesão do sportinguista Nuno Mendes continua a dar que falar, até porque o jogador do Moreirense não foi sancionado pelo árbitro João Pinheiro e isso tem gerado revolta entre adeptos e figuras da história leonina. Fernando Mendes, antigo futebolista verde e branco e confesso adepto do emblema de Alvalade, reage com ironia, destacando que no lance foi Nuno Mendes que escapou ao facto de ter levado uma cartolina amarela na sequência da entrada de Gonçalo Franco, do Moreirense.

"Este árbitro [João Pinheiro] expulsou o Fransérgio [segundo amarelo frente ao Benfica] com uma jogada perigosa! Deu-lhe amarelo. Quem deveria ter levado amarelo [em Moreira de Cónegos] era o Nuno Mendes [na entrada do adversário que resultou a lesão do internacional português]. O Nuno Mendes não tinha que estar ali", comentou Fernando Mendes, desagradado com a decisão da equipa de arbitragem. "Vocês estão a ver o lance? Ele podia ter partido a perna ao Nuno Mendes. Toca na bola? Claro que toca. Estão a brincar com isto? Não é uma entrada negligente? Só faltou mesmo o Nuno Mendes levar amarelo", insistiu Fernando Mendes.

O ex-futebolista compara a entrada de Gonçalo Franco ao lance ocorrido no clássico do Estádio do Dragão entre Taremi e Otamendi que valeu a expulsão ao jogador do FC Porto. "A entrada é parecida com a do Taremi sobre o Otamendi. É para magoar. Vai na bola mas é para magoar. Deixem-se de tretas", referiu Fernando Mendes, voltando a uma toada sarcástica. "Coitado do jogador do Moreirense. Mais um bocado e o Nuno Mendes magoava o [Gonçalo] Franco do Moreirense. Estamos a brincar com isto?", interrogou.

Para Fernando Mendes, é preciso olhar para um jogo de futebol e perceber as dinâmicas. "Tem que se ter sensibilidade no que pode magoar e no que não pode magoar. Isto não é o que vem nos livres, é a prática. Não é por ser do Sporting. No meio disto tudo, meus amigos, acho que o Nuno Mendes salvou-se de levar um cartão amarelo", reiterou Fernando Mendes, em comentário na CMTV.

O antigo jogador gostaria que os árbitros tivessem "sensibilidade" para perceber um jogo de futebol. "Quem analisa as leis de jogo tem que ter sensibilidade. É como ir para a escola. Tem que se ter a prática. Isto não é só ter teoria. Um dos problemas atualmente, e eu sou um crítico na arbitragem portuguesa, é a forma como muitas vezes analisam os lances. Não têm sensibilidade nenhuma. Andam com uma bandeira mas não têm noção do que é uma entrada ríspida, um desabafo de um jogador."

Para que ficasse claro, Fernando Mendes disse ainda que analisa os lances sem a camisola de adepto vestida. "Eu sou Sporting mas não se pode analisar por ser azul, vermelho, preto ou de outra cor de camisola. Eu não analiso conforme as cores das camisolas", referiu, antes de comentar o primeiro penálti que foi assinalado a favor do Benfica neste campeonato por falta na área sobre Rafa Silva. "Depois da tanta choradeira devia ser um penálti daqueles tau, carrinho".