Portugal
"Já se sabe que o FC Porto é o clube que mais prestigia o futebol português"
Redação
2021-02-26 09:25:00
Emblema portista continua nas provas europeias depois do adeus de todos os representantes lusos

O FC Porto é o único representante do futebol nacional nas provas europeias desta temporada, depois dos afastamentos de Benfica e SC Braga perante Arsenal e Roma, respetivamente, na Liga Europa.

O emblema portista continua a sua caminhada na Liga milionária e foi o único emblema que jogou na condição de visitado na primeira mão dos oitavos de final que venceu o seu opositor. De resto, todos os outros perderam.

Esse dado não escapou aos azuis e brancos que, nesta sexta-feira, aproveitaram a newsletter oficial para chamar a atenção dos adeptos para a representação que vão fazendo das cores nacionais além fronteiras.

"Já se sabe que o FC Porto é o clube que mais prestigia o futebol português", assinalam os dragões, realçando que o conjunto orientado por Sérgio Conceição é "o único representante nacional na Liga dos Campeões" e que "continua a mostrar entre a elite mundial o estofo que o caracteriza".

"Concluídos os jogos da primeira mão dos oitavos de final, verifica-se que só os dragões conseguiram ganhar em casa, impondo-se com um 2-1 perante a Juventus, o que significa que, do lote de não cabeças de série, apenas os portistas foram capazes de derrotar um dos vencedores da fase de grupos."

Das equipas que jogaram na condição de visitadas - umas mesmo na sua casa, outras em terrenos emprestados face às condicionantes aplicadas às viagens por causa da pandemia - o FC Porto foi caso único, já que Barcelona, Leipzig, Sevilha, Lázio, Atalanta, Monchengladbach e Atlético de Madrid não conseguiram fazer valer o 'fator casa'.

O FC Porto derrotou a Juventus por 2-1 no Estádio do Dragão, no duelo da primeira mão, sendo que no dia 9 de março enfrentará a 'vecchia signora', em Turim, no duelo da segunda mão.

Depois de vencer a 'vecchia signora', a vantagem que os pupilos de Sérgio Conceição levam para Itália é mínima, é certo, mas confere margem à turma da Invicta para gerir em Turim naquela que será uma tentativa de continuar no 'lago dos tubarões'.